segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Kamen Rider (II)

Hoje, graças a uma falta de imaginação de minha parte, veremos mais três Kamen Riders! Vamos a eles!

Kamen Rider X
1974


Um dia, o laboratório do cientista Keitaro Jin, especialista em robótica, é atacado por uma misteriosa organização conhecida apenas como G.O.D. Buscando dominar o mundo, a G.O.D. deseja os avanços tecnológicos criados pelo cientista, para transformar seus soldados em ciborgues invencíveis. Kentaro se opõe, e é mortalmente ferido pelos agentes da G.O.D. Antes de morrer, ele toma uma decisão extrema: utilizar suas invenções no corpo de seu próprio filho, Keisuke, também mortalmente ferido durante o ataque. Através dessas modificações, Keisuke Jin se transforma em Kamen Rider X, e usa seus poderes para deter a G.O.D., vingando a morte de seu pai e impedindo que os vilões dominem o planeta.

Kamen Rider V3, a segunda série de Kamen Rider e imediatamente anterior a esta, já não havia tido uma audiência satisfatória. Ainda assim, à época, o Kamen Rider já era considerado um dos personagens mais famosos do Japão, e Shotaro Ishinomori, seu criador, imaginava que ainda poderia inovar com ele. As boas críticas aos episódios finais de Kamen Rider V3 foram o empurrãozinho que faltava para que Ishinomori conseguisse convencer a TV Asahi a apostar em uma nova série do Kamen Rider para o ano seguinte.

Para essa nova série, Ishinomori decidiu inovar, criando um Kamen Rider que não tivesse nada a ver com os dois anteriores além do nome e da aparência de gafanhoto. Assim, o protagonista de Kamen Rider X é Keisuke Jin, transformado em ciborgue - ou, como a própria série se refere a ele, "Kaizorg" - pelos últimos esforços de seu pai. Originalmente, o projeto Kaizorg deveria criar uma espécie de androide para exploração submarina, mas o Dr. Jin, em seus últimos suspiros, conseguiria adaptá-la para transformar seu filho moribundo em um Kamen Rider. Talvez tivesse sido melhor a G.O.D. sequestá-lo ao invés de matá-lo.

A utilização do projeto Kaizorg como base fez com que Kamen Rider X fosse o primeiro Kamen Rider com poderes subaquáticos: sua armadura pode aguentar a pressão de até dez mil metros de profundidade, possui um pulmão articial acoplado que permite que ele respire sob a água por até uma hora, e lhe dá mobilidade incomparável para combate submarino. Para se transformar em Kamen Rider X, Keisuke utiliza o Ridol, um cinto especial que ainda pode se transformar em chicote, espada, bastão, corda de escalada e vara para saltos. Como os anteriores, Kamen Rider X também possui uma motocicleta, chamada Cruiser, que pode assumir dois modos alternativos, capazes de voar e de se locomover sob a água.

Para combater a G.O.D., Keisuke conta com alguns aliados, o principal deles Tobei Tachibana, mentor dos Kamen Riders anteriores, e que mais uma vez acompanha seu treinamento. Outra aliada de destaque é Ryoko Mizuki, assistente do Dr. Jin, noiva de Keisuke, e secretamente uma agente da Interpol que investiga a G.O.D. Ryoko tem uma irmã, Kiriko, também agente da Interpol, com a mesma missão.

A G.O.D. - sigla para Government of Destruction, o "governo da destruição" - é uma organização criminosa que, mais uma vez, deseja dominar o mundo usando ciborgues. Seu líder, conhecido apenas como General Commander, raramente aparece, e costuma dar ordens e comandar os monstros através de fitas com sua voz gravada. No episódio 21, é revelado que General Commander era apenas uma fachada, e que os verdadeiros comandantes da G.O.D. eram o ciborgue King Dark e o cientista Dr. Curse.

O vilão que dá mais trabalho a Kamen Rider X é Apollo Geist, chefe de segurança da G.O.D., armado com um escudo impenetrável e com um rifle. Assim como Kamen Rider X, Apollo Geist é um ciborgue, e pode mudar de forma entre a robótica e a humana conforme sua vontade. No episódio 14, ele é destruído por Kamen Rider X, mas é ressucitado pelos cientistas da G.O.D. com uma forma robótica ainda mais poderosa, com o rifle e o escudo incorporados a seu corpo. Além dos ciborgues da semana, completam a organização os Warfare Agents, os soldados furrecas, desta vez estranhamente armados com lanças, pistolas e metralhadoras.

Além da série regular, Kamen Rider X teve dois filmes para o cinema, ambos lançados em 1974, sendo que o primeiro, também chamado Kamen Rider X, era uma versão estendida do episódio 3. O segundo, Kamen Rider X: Five Riders vs. King Dark, era mais original, e colocava o Kamen Rider original, Kamen Rider 2, Kamen Rider V3, Kamen Rider X e Riderman lutando juntos contra a G.O.D., para impedir King Dark de usar o projeto original do Kaizorg para criar um general invencível.

Apesar dos esforços de Ishinomori, Kamen Rider X não foi uma série de sucesso. A audiência era tão baixa que a TV Asahi decidiu encerrá-la antes do previsto, fazendo com que ela só tivesse 35 episódios, exibidos entre fevereiro e outubro de 1974. Sem interesse do canal em uma nova série do Cavaleiro Mascarado, restava a Ishinomori encontrar um novo parceiro para tentar manter sua mais querida criação no ar.

Kamen Rider Amazon
1974


Se você leu a série de posts sobre os Toei Heroes, os heróis clássicos da Toei, deve saber que, nas décadas de 1960 e 1970, vários canais entravam em contato com a Toei querendo que ela fizesse seriados de tokusatsu para eles. Assim, quando a TV Asahi não demonstrou interesse em exibir uma nova série do Kamen Rider, Ishinomori decidiu oferecê-la para um desses canais, no caso, a Mainichi Broadcasting System, ou MBS, que tentava conseguir seu primeiro tokusatsu da Toei. Para não oferecer à MBS mais do mesmo, Ishinomori decidiu inovar ainda mais, criando, agora sim, um Kamen Rider diferente de todos os outros. Surgia, assim, Kamen Rider Amazon.

Daisuke Yamamoto é o único sobrevivente da queda de um avião na Amazônia Peruana. Ainda uma criança, ele seria adotado por uma tribo inca (?), que o batizaria como Amazon, e o criaria de acordo com seus costumes. Quando Amazon já era um adolescente, entretanto, sua tribo foi atacada e massacrada por Gorgos, o Demônio de Dez Faces. Portador do bracelete GaGa, que lhe confere poderes sobrenaturais, Gorgos deseja também o bracelete GiGi, que estava com o chefe da tribo, Bago, e com o qual se tornará invencível e poderá dominar o mundo. Antes de morrer, entretanto, Bago dá o bracelete GiGi a Amazon, e, se utilizando da antiga ciência inca (?), faz nele uma operação que o transforma em um híbrido de humano e lagarto. Depois dessa operação, toda vez que Amazon canaliza o poder do bracelete, pode se transformar em Kamen Rider Amazon.

Instruído por Bago, Amazon deixa o Peru e vai até o Japão, à procura do Professor Kousaka, que lhe ajudará a combater Gorgos e o culto que ele lidera, chamado Geddon, composto por monstros e pelas soldadas Akajusha, mulheres terríveis e altamente treinadas no combate corpo a corpo. Kousaka e seus sobrinhos, Masahiko e Ritsuko Okamura, se tornam os principais aliados de Amazon no Japão, emboa Ritsuko, a moça, a princípio o deteste por ele ser o responsável pela ida da Geddon até lá. Por outro lado, Masahiko, o rapaz, se torna o melhor amigo de Amazon, o ensinando os costumes japoneses e até mesmo como falar japonês corretamente - até o episódio 13, Amazon só fala palavras soltas e frases curtas. Outros aliados são o onipresente Tobei Tachibana, que constrói para Amazon uma motocicleta, chamada Jungler; e Mogura, um dos monstros da Geddon, parecido com uma toupeira, que, após falhar em derrotar Amazon é condenado à morte, mas, sendo salvo pelo herói, decide mudar de lado e enfrentar seus ex-colegas.

No episódio 14, Kamen Rider Amazon destrói Gorgos, e então descobre que a Geddon na verdade era apenas uma ramificação de uma entidade ainda mais poderosa, o Império Garanda, liderado pelo Grande Imperador Zero. Zero, seu exército de monstros e seus soldados Kurojusha, homens terríveis e altamente treinados no combate corpo a corpo, lança, então, um ataque implacável ao Japão, buscando conseguir o bracelete GiGi a qualquer custo.

Kamen Rider Amazon foi a mais curta de todas as séries de Kamen Rider, com apenas 24 episódios, exibidos entre outubro de 1974 e março de 1975, e um filme para o cinema, na verdade uma versão estendida do episódio 16. A curta duração, mais uma vez, se deveu à baixa audiência da série, o que desagradou bastante à MBS. Ainda assim, através de um acordo, Ishinomori conseguiria convencer a emissora a investir em mais um seriado do Cavaleiro Mascarado.

Kamen Rider Stronger
1975


Para garantir a exibição de uma nova série do Kamen Rider, Ishinomori teve de costurar um acordo: procurou a TBS, emissora que, em 1967, havia exibido Captain Ultra, e a convenceu a dividir os custos de produção com a MBS. Segundo o acordo, a TBS exibiria a nova série em Tóquio, enquanto a MBS a exibiria no restante do Japão.

Essa nova série se chamaria Kamen Rider Stronger, e traria um Cavaleiro Mascarado inspirado não no gafanhoto, como de costume, mas no besouro-rinoceronte japonês, o inseto mais famoso do Japão. Apesar do nome, Kamen Rider Stronger não é exatamente o mais forte de todos os Kamen Riders; seus poderes, ao invés de na força bruta, são baseados na eletricidade, com Stronger tendo a habilidade de canalizar descargas elétricas através de seus socos e chutes. Stronger também seria o primeiro Kamen Rider a mudar de forma durante o Charge Up - modo que o Kamen Rider original, Kamen Rider 2, Kamen Rider V3 e Kamen Rider X também possuíam, durante o qual ficam mais fortes, rápidos e ágeis, mas que, até então, era sinalizado apenas por música, ou, no caso de Kamen Rider X, de uma fumaça saindo de seu corpo. Kamen Rider Stronger, durante o Charge Up, ficava com partes do corpo prateadas, e o "S" em seu peito girava. Além disso, ele precisava se livrar da imensa quantidade de energia - canalizando-a em um golpe contra um oponente - dentro de um minuto, ou ela o faria explodir.

Com Kamen Rider Stronger, ao invés de inventar, Ishinomori tentaria uma espécie de volta às origens: a organização criminosa da vez, Black Satan, é formada por antigos membros da Shocker, e tenta restaurar sua antiga glória da mesma forma, sequestrando humanos e transformando-os em ciborgues. Durante um ataque da Black Satan, o jovem Goro Numata acaba morto. Seu melhor amigo, Shigeru Jou, aparentemente sem saber do assassinato, se oferece para se unir à organização, se transformando voluntariamente em ciborgue. Mas Shigeru, na verdade, deseja usar os poderes de ciborgue para destruir a Black Satan e vingar o amigo, e está apenas fingindo desconhecer que os vilões o mataram. Quando a operação está concluída, mas antes da providencial lavagem cerebral, ele ataca os cientistas da Black Satan e foge.

Durante sua fuga, Shigeru acaba conhecendo dois importantes aliados. O primeiro, como sempre, é Tobei Tachibana, que o treina no uso de seus novos poderes e lhe constrói uma motocicleta, a Kabutoraw. O segundo é a moça Yuriko Misaki, que, assim como ele, se submeteu à operação para virar ciborgue, mas fugiu antes de ela ser concluída. Com a habilidade de se transformar em uma ciborgue inspirada na joaninha, também com poderes de origem elétrica, Yuriko adota o codinome de Tackle, e luta ao lado de Kamen Rider Stronger contra a Black Satan.

Como de costume, a Black Satan é liderada por uma entidade figurativa, o Great Boss. O comando mesmo fica nas mãos de dois rivais, Hitotsume Titan, que pode assumir uma forma humana chamada Mr. Titan; e o General Shadow, armado com a poderosíssima espada Shadow Sword. No episódio 13, Stronger consegue destruir Titan, mas no 17 ele é ressucitado ainda mais forte, como Hyakume Titan - hitotsume significa "um olho", enquanto hyakume significa "cem olhos" - destruído novamente no episódio 23. Os soldados furrecas da organização se parecem com corujas, e se chamam, simplesmente, Black Satan Soldiers.

No episódio 26, Stronger consegue destruir Great Boss, o que leva General Shadow a fugir junto com os oito mais poderosos ciborgues da Black Satan e criar sua própria organização, o Exército Delza. Esses ciborgues eram tão poderosos que somente os esforços combinados de sete Kamen Riders - o Kamen Rider original, Kamen Rider 2, Kamen Rider V3, Riderman, Kamen Rider X, Kamen Rider Amazon e Kamen Rider Stronger - conseguiriam destruí-los, pondo um fim à ameaça de uma vez por todas. Esses Kamen Riders todos apareceriam juntos nos últimos episódios da série, que tiveram uma audiência enorme, e motivaram a Toei e a MBS a gravar um episódio especial, que iria ao ar em janeiro de 1976, com o nome de Zenin Shuugou! 7 nin no Kamen Rider!! ("Todos juntos! Sete Kamen Riders!!"), no qual todos os sete Kamen Riders se uniriam para desvendar um mistério envolvendo um fantasma de um samurai.

Todos os episódios de Kamen Rider Stronger, aliás, tiveram boa audiência, ao contrário do que ocorreu com seus dois antecessores. Ao todo, foram 39, exibidos entre abril e dezembro de 1975, mais um filme para o cinema, uma versão estendida do episódio 7. Foi graças a Kamen Rider Stronger que a TBS pediria um novo tokusatsu à Toei, e ela entregaria Kyodain. Já a MBS, com problemas financeiros, preferiria não investir em um novo seriado para o ano seguinte, o que colocaria o Cavaleiro Mascarado em um curto hiato.

0 enfiaram o nariz:

Postar um comentário