sábado, 8 de março de 2008

Sentai (XIV)

Em 2005, eu escrevi aqui no átomo uma série de posts sobre os Sentai, os famosos heróis japoneses integrantes de grupos de cinco, cujas cenas são utilizadas para fazer os seriados dos Power Rangers. Desde 1979, é lançado no Japão um Sentai por ano, o que significa que mais dois deles chegaram ao final depois que eu escrevi o último post da série. Como foram dois que eu achei bem legais, cheguei à conclusão de que não custava nada "completar" a série mesmo quase três anos após seu final. Assim, hoje teremos mais um post da série sobre os Sentai, com as duas séries mais recentes! Ei-lo:

Gougou Sentai Boukenger
2006

Boukenger


O primeiro Sentai que veremos hoje é o Esquadrão Acelerado Boukenger, que tira seu nome da junção das palavras bouken ("aventura" em japonês) e ranger (o famoso "patrulheiro"). Boukenger foi nada menos que o trigésimo Sentai produzido, então, para comemorar, a Toei criou um quadro batizado de 30 Sentai Encyclopedia, que ia ao ar no final de cada episódio de Boukenger, começando pelo quarto, relembrando momentos clássicos e curiosidades de todas as séries exibidas até então.

A história do seriado, porém, é inédita, e não tem nada a ver com esta recapitulação: existem, espalhadas pelo mundo, várias relíquias pertencentes a civilizações antigas, mas tecnologicamente avançadas se comparadas aos dispositivos de hoje em dia, ou imbuídas de energia mágica, o que faz com que se tornem perigosas se forem parar em mãos erradas. Para impedir que isso aconteça, é criada a Fundação SGS (de Search Guard Successor, algo bem difícil de traduzir, pois ficaria como "sucessores dos guardiães da busca"), que procura por estas relíquias, chamadas por eles de Precious, as cataloga, e as guarda em um local seguro. Um dia, evidentemente, vilões tomam conhecimento dos Precious, e passam a também procurá-los, para se utilizar de seus poderes para dominar o mundo, ou qualquer outro objetivo próprio de vilões. Para impedir estes vilões, a SGS cria uma equipe altamente especializada na busca, identificação e recuperação de Precious, equipados eles mesmos com a tecnologia destas relíquias. Esta equipe recebe o nome de Boukenger, e a missão de resgatar os Precious que ainda estão perdidos pelo mundo antes que os vilões ponham as mãos neles.

Inicialmente, os Boukengers são cinco, Bouken Red, Bouken Black, Bouken Blue, Bouken Yellow e Bouken Pink (estas duas últimas, mulheres). Para poder cumprir sua missão, cada um recebeu um Accellular, que, embora isto jamais seja dito com todas as letras, tem toda a cara de ser ele próprio um Precious. Um Accellular serve como bússola, telefone, lanterna, identificador de Precious, e, mais importante, permite que os Boukengers tenham acesso a seus trajes especiais, com os quais se tornam praticamente invulneráveis, e têm sua força e agilidade ampliadas. Além do traje e do Accellular, cada Boukenger é equipado com uma pistola Survibuster, que pode se transformar na espada Surviblade; com um Scope Shot, arma que dispara ganchos, raios magnéticos, raios elétricos, um pequeno pára-quedas, ou pode ser combinada com a Survibuster para ativar o modo Sniper; e uma arma personalizada: a lança Bouken Javelin (Red), a marreta Radial Hammer (Black), uma espécie de ventilador portátil chamado Blow Knuckle (Blue), duas luvas duras e quadradas chamadas Bucket Scoopers (Yellow), e a pistola d'água Hydro Shooter (Pink). Red também costuma levar a bazuca Dual Crasher, que toda a equipe usa para destruir o monstro da semana.

Como os tais monstros possuem o péssimo hábito de ficar gigantes após serem destruídos pela bazuca, os Boukengers precisam de um robô gigante, composto de cinco veículos que podem ser chamados através do Accellular. Teoricamente, estes veículos também servem para auxiliar os Boukengers em suas missões, mas eles acabam os usando mais mesmo para formar o robô. Os veículos são o caminhão basculante Gougou Dump (Red), o todo-terreno Gougou Formula (Black), o girocóptero Gougou Gyro (Blue), o trator Gougou Dozer (Yellow) e o submarino Gougou Marine Diver (Pink), que se combinam para formar o robô Daibouken ("grande aventura"), que possui como curiosas armas uma picareta e uma pá, que podem se combinar e formar uma espada. Mais tarde na série, os Boukengers ganham quatro outros veículos, a broca Gougou Drill (Yellow), a escavadeira Gougou Shovel (Pink), a betoneira Gougou Mixer (Blue) e o guindaste Gougou Crane (Black); cada um destes quatro veículos pode substituir um dos braços de Daibouken (no máximo dois de cada vez, evidentemente) para lhe conferir poderes especiais, ou podem se combinar todos os quatro ao mesmo tempo com ele para formar o Super Daibouken. Eventualmente, Bouken Red também ganha acesso ao jato Gougou Jet, que pode se combinar a Daibouken e a alguns outros veículos de duas formas diferentes, para formar o Ultimate Daibouken ou o Daitanken. Como se isso já não fosse o suficiente, no episódio 33 os Boukengers ganham um novo robô, Daivoyager, composto por cinco naves, Gougou Commander (Red), Gougou Carrier (Black), Gougou Fighter (Blue), Gougou Attacker (Yellow) e Gougou Roader (Pink), que também podem se combinar para formar uma nave enorme chamada Gougou Voyager.

Os Boukengers não são os únicos a trabalhar para a SGS, e em vários episódios outros funcionários da fundação os ajudam; seus principais aliados são o chefe da divisão de veículos da SGS, Morio Makino; Mr. Voice, um programa de computador responsável por passar as missões ao grupo; e Zuban, um Precious vivo, criado pela antiqüíssima civilização lemuriana. No episódio 17 os Boukengers também ganham um sexto membro, Bouken Silver, que possui um Accellular diferente, o qual ele chama de Gougou Changer, e uma arma Saga Sniper, que possui três modos: espada, laser e detector de metais. Bouken Silver possui seu próprio robô, Siren Builder, formado pela união do caminhão de bombeiro Gougou Fire (pilotado por Silver), da ambulância Gougou Aider, e do carro de polícia Gougou Police (capazes de se auto-dirigir, sem necessidade de um piloto). O Gougou Drill e o Gougou Shovel também podem substituir os braços de Siren Builder, lhe conferindo poderes especiais.

Os Boukengers não têm apenas um grupo de inimigos, mas quatro, conhecidos coletivamente como Negative Syndicate. Estes grupos de vilões são rivais na busca pelos Precious, e, embora algumas vezes trabalhem juntos para tentar derrotar os Boukengers ou conseguir um Precious muito valioso, se odeiam mutuamente, e cada um quer destruir os outros três para dominar o mundo sozinho. Os quatro grupos são a Civilização Gordom, liderada pelo Alto Sacerdote Gajah, que tenta recuperar os Precious que pertenciam a eles mesmos há milhares de anos, quando dominavam o mundo, para reestabelecer este domínio; o Clã Jaryuu, formado por humanos que tiveram seu DNA combinado com o de dinossauros, e hoje tentam conseguir os Precious para involuir a Terra até a Pré-História, liderados pelo Rei Ryuuwon; a Sombra Negra, uma espécie de "máfia ninja" liderada pelo ciborgue Yami no Yaiba, que rouba Precious para vendê-los no mercado negro a quem pagar mais; e o Clã Ashu, uma família de demônios que quer o poder dos Precious para exterminar toda a raça humana e reinar sobre a Terra, liderados pelos irmãos Gai e Rei.

Aka Red Assim como seus antecessores, Boukenger teve seus direitos comprados pela Disney, que os usou para produzir seu Power Rangers Operação Ultraveloz. No Japão, Boukenger foi o primeiro Sentai transmitido no padrão HDTV, a famosa Alta Definição. Ao todo, a série teve 49 episódios e dois filmes, um para o cinema e um lançado direto em DVD. Este segundo é bastante curioso, pois se chama Gougou Sentai Boukenger vs. Super Sentai, e é uma espécie de homenagem aos Sentai do passado: o filme traz um novo e inédito personagem, Aka Red (literalmente, o "vermelho vermelho"), que tem o poder de se transformar em qualquer integrante vermelho de qualquer Sentai, e ajuda Bouken Silver a formar uma equipe composta por membros de diferentes Sentai, que tem por missão salvar os demais Boukengers, aprisionados em outra dimensão pelo demônio Chronos, que também ressucita vilões de vários Sentai do passado para ajudá-lo a dominar o mundo. Aka Red acabou se tornando um personagem bastante popular dentre os fãs (ganhou até carta em Rangers Strike) e talvez apareça em mais filmes no futuro.

Juuken Sentai Geki Ranger
2007


Geki RangerO Sentai a alcançar mais recentemente seu final foi o do Esquadrão do Punho Bestial dos Patrulheiros Ferozes, cujo último capítulo foi ao ar mês passado. Ao todo, a série teve 49 episódios, dois filmes (sendo que um é um crossover com Boukenger) e um episódio especial em DVD ofertado como brinde na compra da edição de dezembro da revista Terebi. Seus direitos foram comprados pela Disney para a produção de Power Rangers Fúria da Selva, que deve estrear aqui só no ano que vem - aliás, corre um boato de que esta seria a última temporada dos Power Rangers, mas por enquanto ainda não houve nenhum posicionamento oficial sobre o assunto.

A história de Geki Ranger começa há quatro mil anos na China, quando o mestre Brusa Ee criou um estilo de arte marcial ao qual chamou de Juuken ("punho bestial"). Através do domínio do Juuken, seus praticantes poderiam adquirir as habilidades de animais selvagens, e utilizá-las para alcançar a paz interior. Brusa Ee treinou dez discípulos para se tornarem professores do Juuken, mas três deles se rebelaram, pois eram adeptos da teoria da sobrevivência do mais forte, e acreditavam que deveriam usar o Juuken para crescer em poder e subjugar aqueles que não fossem capazes de derrotá-los. Utilizando o Juuken para acessar o ódio e sofrimento em seus corações, eles assumiram formas monstruosas, se autodenominaram Sankenma (os "três demônios do punho"), assassinaram Brusa Ee, e rebatizaram seu estilo de artes marciais para Akugata ("reunião do mal").

Os sete outros discípulos, evidentemente, não concordaram com esta deturpação dos ideais de seu mestre, e atacaram os Sankenma. Após uma longa e violenta guerra, eles chegaram à conclusão de que a única forma de derrotar o mal seria utilizando uma técnica proibida, que selaria os Sankenma em outra dimensão, mas lhes custaria suas formas humanas. Ainda assim eles a utilizaram e, sendo transformados em animais antropomórficos, adotaram o nome de Kensei (os "sábios do punho"), partindo pelo mundo para ensinar o Juuken, após um juramento de que jamais se envolveriam diretamente em batalhas novamente.

Aparentemente, além de selar os vilões e transformar os Kensei em animais, a técnica secreta ainda lhes garantiu a imortalidade, pois quatro mil anos se passaram, e os Kensei continuam por aí. O único que continua ensinando o Juuken, porém, é o Mestre Sha-Fu, que foi transformado em lince. Para que os segredos do Juuken não voltem a cair em mãos erradas, ele usa como fachada uma fabricante de material esportivo, apenas ensinando a técnica àqueles que se mostrarem mais dignos e valorosos. Mas, mesmo com todos os critérios de seleção de Sha-Fu, um dia um de seus estudantes, um órfão de nome Rio, descobre sobre o Akugata, e se deixa seduzir por seu poder, principalmente porque uma das técnicas proibidas do Akugata permite ressucitar os mortos. Entrando em conflito com Sha-Fu, Rio se torna seu rival e funda sua própria academia de artes marciais, com dois objetivos: utilizar seu poder de ressucitar os mortos para criar um exército e destruir todos os praticantes do Juuken, e trazer de volta ao nosso mundo os Sankenma, para se apoderar de seu poder e se tornar invencível. Rio conta com uma valorosa aliada em sua busca: Mele, a primeira a ser trazida de volta à vida com seu novo poder, e que, talvez por causa disso, é completamente apaixonada por ele.

Após a traição de Rio, Sha-Fu convoca os outros Kensei, que, impedidos de lutar eles mesmos por causa de seu juramento, decidem treinar os melhores alunos de Juuken para enfrentá-lo antes que ele consiga libertar os Sankenma. Sha-Fu seleciona seus dois melhores estudantes, que depois ganham a companhia de um rapaz órfão com grande potencial para o Juuken, criado por tigres (?) nas montanhas próximas ao dojo de Sha-Fu. Os três aprendem então técnicas secretas do Juuken, que, dentre outros poderes, permitem que eles se transformem nos Geki Rangers. Cada Geki Ranger recebe seu poder de um animal selvagem: Geki Red tem o poder do tigre, Geki Yellow (a mulher da equipe) tem o poder do guepardo, e Geki Blue tem o poder da onça. Normalmente seriam necessárias horas de meditação, mas os Geki Rangers conseguem acessar seus poderes rapidamente graças ao GekiChanger, uma espécie de luva que amplifica sua energia interior. Ao usar o GekiChanger, cada Geki Ranger é envolto em uma espécie de armadura, que aumenta sua força, agilidade e resistência, e ainda permite que eles usem armas especiais.

Rio e MeleOs Geki Rangers começam a série com apenas uma arma especial cada (Red tem um nunchaku, Yellow e Blue cada têm duas tonfas que podem se combinar para formar um bastão) e uma bazuca criada por Sha-Fu para destruir os seres do mal (monstros) criados pelo Akugata, mas, conforme seu treinamento com os Kensei avança, eles adquirem novas armas (um par de espadas para Red, uma maça para Yellow, um leque para Blue, além de garras de aço para os três), que se combinam a novas técnicas de combate para deixá-los ainda mais poderosos. Eventualmente, os Geki Rangers se tornam capazes de amplificar ainda mais sua energia interior, acessando o Modo Super, que altera sua armadura e aumenta ainda mais sua força, agilidade e resistência.

Embora não tenham GekiChangers, Rio e Mele também são capazes de amplificar sua energia interior usando técnicas do Akugata, e também possuem armaduras que amplificam suas capacidades, conferindo-lhes os poderes de animais selvagens: Rio, de armadura preta, tem o poder do leão, e Mele, de armadura verde, tem o poder do camaleão (sim, eu sei que não combina, mas fazer o quê). Por causa disso, durante muito tempo rolou um boato de que, em algum momento da série, provavelmente depois que os Sankenma fossem libertados, Rio e Mele iriam mudar de lado e passar a ser Geki Black e Geki Green - o que faria com que Mele fosse a primeira mulher de um Sentai a vestir verde. Embora realmente mais pro final da série eles até tenham se unido aos Geki Rangers em uma batalha ou duas, oficialmente eles jamais se tornaram Geki Rangers ou ganharam novos nomes.

Mas mesmo assim a equipe não ficou só com três membros: no episódio 23, apareceu um antigo rival de Rio, que para tentar derrotá-lo usou uma técnica proibida e acabou se transformando em lobisomem. Retornando ao dojo após muitos anos, ele aceitou uma oferta de Sha-Fu, que lhe deu o GongChanger, capaz de controlar sua energia interior para transformá-lo em um Geki Ranger com o poder do lobo, e se uniu à equipe com o nome de Geki Violet, o primeiro integrante de Sentai a usar uma aramadura violeta. No episódio 27, a equipe finalmente chegou ao número padrão de cinco com a entrada de Geki Chopper, um dos mais antigos alunos de Sha-Fu, que estava treinando na China, tem a armadura branca e o poder do rinoceronte, e possui uma arma chamada Sai Blade, que pode ser usada como lâmina, pistola de raios, e ainda serve para amplificar sua energia e permitir que ele se transforme. Além destes novos membros, dois aliados dos Geki Rangers merecem menção: Miki Misaki, assistente e discípula de Sha-Fu, que atua como testa de ferro da empresa que serve de fachada para a academia de Juuken; e Robo Tough, um robô programado para lutar Juuken, e que auxilia os Geki Rangers em seus treinamentos.

Geki Violet e Geki ChopperPor incrível que pareça, os Geki Rangers também têm um robô, necessário na hora que os monstros do Akugata ficam gigantes após serem destruídos. As partes que formam o robô são projeções astrais das feras que conferem o poder dos Geki Rangers: inicialmente eles conseguem projetar Geki Tiger, Geki Cheetah e Geki Jaguar, que se unem para formar o robô GekiTouja; conforme seu trainamento avança, os Geki Rangers ganham acesso a Geki Elephant, Geki Bat e Geki Shark, que podem se combinar, um de cada vez, a GekiTouja, conferindo-lhe novas habilidades. Após Geki Violet entrar para a equipe, Geki Touja passa a poder se combinar também com Geki Wolf, e quando Rio e Mele lutam junto à equipe ele também pode se combinar simultaneamente a Rin Lion e Rin Chameleon, formando o robô GekiRinTouja. Quando se tornam capazes de assumir a forma Super, os Geki Rangers ainda ganham acesso a novas feras, Geki Gorilla (Red), Geki Penguin (Yellow) e Geki Gazelle (Blue), que se unem para formar o robô GekiFire, que, em caso de necessidade, também pode se combinar a Geki Elephant, Geki Shark ou Geki Bat (mas não a Geki Wolf, Rin Lion ou Rin Chameleon). Finalmente, Geki Chopper tem seu próprio robô, Saidaioh, que é nada menos que uma transformação da projeção de sua fera, Saidai, conseguida através de uma técnica secreta.

Embora Rio e Mele nunca cheguem a realmente mudar de lado, no episódio 23 surge um novo vilão, de nome Long, detentor de um novo estilo de luta, o Genjyuken ("punho da fera fantasma"), com o qual é possível acessar o poder não de animais selvagens, mas de feras mitológicas como o dragão, a quimera e o basilisco. Long convence Rio e Mele a adotar o Genjyuken (passando a receber seus poderes do grifo e da fênix, ao invés de do leão e do camaleão), e a partir do episódio 36 os Genjyuken passam a ser os principais oponentes dos Geki Rangers, substituindo os Akugata. Somente no episódio 46 Rio percebe que Long o manipulava desde que era uma criança, utilizando-o para chegar a seus próprios objetivos excusos, e somente então Rio e Mele abandonam o Genjyuken e o Akugata, passando a lutar ao lado dos Geki Rangers contra Long, que passa a ser o principal vilão da série. E, se você estiver curioso a respeito dos Sankenma, Rio consegue ressucitá-los nos episódios 12, 15 e 22, mas os três acabam destruídos pelos Geki Rangers no episódio 35.

0 enfiaram o nariz:

Postar um comentário