domingo, 24 de julho de 2005

Megaman Battle Network (II)

Semana passada, começamos a falar de Megaman Battle Network, mais uma série - a quarta, porque a terceira eu pulei - de jogos do Megaman, e vimos os dois primeiros lançamentos. Hoje veremos os demais.

Acorda, preguiçoso!Com o sucesso do segundo jogo, MMBN se tornou uma série regular. Assim, não foi de se espantar que, em 2003, novamente para o Game Boy Advance, fosse lançado um terceiro jogo. O que causou um certo espanto foi que ele veio em duas versões: Megaman Battle Network 3 Blue e Megaman Battle Network 3 White (e mais espantoso ainda é que, no Japão, as versões são preta e laranja, e não azul e branca). Seja como for, mesmo nos jogos anteriores você poderia ligar dois GBA para trocar Battle Chips ou enfrentar seus amigos. Ter duas versões apenas traz para a série os Battle Chips exclusivos, que você só poderá obter se trocar - mais ou menos como ocorre com Pokémon, que provavelmente foi a inspiração para a Capcom ter esta brilhante idéia. Tirando este fato, MMBN3 é um excelente jogo, no mesmo nível do anterior.

Passado um mês da derrota da Netmafia Gospel, MMBN3 traz Lan e Megaman às voltas com o N1 Grand Prix, um torneio de Netbattlers no qual o garoto decide se inscrever. Paralelamente a isso, como sempre, coisas estranhas acontecem, e Lan e Megaman se vêem envolvidos na investigação. Quem está por trás de tudo é ninguém menos que o Dr. Wily, que fugiu da cadeia e planeja reerguer a WWW e dominar o mundo, desta vez com a ajuda de Bass e de uma invenção de seu maior rival.

Evidentemente, MMBN3 traz novidades, embora elas não sejam tantas quanto no jogo anterior. Não temos mais os personagens que brincam de esconde-esconde valendo Chips, mas os trocadores, os quizzes e as missões, desta vez para avançar no N1 Grand Prix, ainda estão presentes. BugFrags não estão mais espalhados por aí, para ganhá-los você deve destruir um vírus no exato momento em que ele estiver atacando. Existe um novo item que aumenta a quantidade de Subchips que Megaman pode carregar, e agora Megaman pode ter consigo até três Chip Folders, cada um com 30 Chips diferentes, bastando alternar entre eles ao invés de reconfigurar todo o Folder para adaptar Megaman aos desafios que virão. Os Battle Chips neste jogo são divididos em Standard (200), Mega (85) e Giga Chips (20), totalizando 305 Chips diferentes (a diferença entre eles é que você só pode ter um máximo de 5 Mega Chips e 1 Giga Chip de cada vez em seu Folder). A boa notícia é que nenhum é secreto, embora alguns sejam exclusivos da versão Blue ou da White.

Navi CustomizerAs maiores inovações de MMBN3 são o Navi Customizer e o Virus Breeder. O Navi Customizer é um aparelho desenvolvido pelo pai de Lan, com o qual novos programas podem ser "carregados" para Megaman, melhorando seu desempenho ou permitindo que ele realize ações especiais, como ter acesso a partes antes inacessíveis da Internet. A quantidade de programas que Megaman pode ter instalada de cada vez é limitada, e algumas vezes você terá que abrir mão de um programa se quiser usar outro. O Virus Breeder é um aparelho com o qual Megaman poderá capturar e criar alguns vírus específicos, ganhando Battle Chips que imitam o poder do vírus (idêntico aos Battle Chips de Navis). Finalmente, os estilos foram mantidos, com os mesmos elementos e uma característica nova (Bug, no lugar de Cust). Desta vez, Megaman só pode ter um estilo de cada vez, ou seja, ao ganhar um novo, deve descartá-lo ou substituí-lo.

Outra coisa que permanece como era é que o jogo possui oito fases, algumas representando etapas do N1 Grand Prix. Os chefes são Flashman, Beastman, Bubbleman, Desertman, Plantman, Drillman e Bass. No fim, Megaman ainda se verá às voltas com Alpha, um supernavi originalmente projetado por seu avô, e agora utilizado pelo Dr. Wily para dominar o mundo. Os Navis "do bem" que Megaman pode enfrentar para ganhar Battle Chips são Gutsman, Protoman, Metalman, Kingman, Bowlman (versão Blue) e Mistman (versão White). Megaman ainda ganha um Battle Chip de Roll sem ter que enfrentá-la, dado de presente a Lan por Mayl, e, exclusivamente na versão Blue, pode enfrentar um Navi de nome Punk, embora não ganhe Battle Chips se vencê-lo. Após terminar o jogo e preencher alguns pré-requisitos, Megaman terá acesso a uma área secreta, onde poderá enfrentar os Navis Darkman, Japanman e Serenade.

2003 também foi o ano de lançamento de Megaman Network Transmission, primeiro jogo da série no estilo plataforma, ao invés de RPG. Este jogo, porém, foi lançado para o GameCube, não para o GBA. A história se passa entre MMBN1 e MMBN2, quando começam a surgir histórias de um vírus poderoso, chamado Zero Virus, capaz de corromper Navis. Roll desaparece, e Megaman deve encontrá-la, passando por 9 fases, onde enfrentará Fireman, Gutsman, Needleman, Brightman, Quickman, Iceman, Colorman, Elecman, Swordman, Gravityman, Starman, Shadowman, Pharaohman e Protoman, além do Zero Virus e do Lifevirus, e Bass como chefe secreto. O jogo é bem semelhante aos da Série Clássica, mas, ao invés de armas especiais, ele usa Battle Chips, mais ou menos da forma que usa nos demais jogos da série, um sistema um tanto confuso, principalmente para quem não estiver acostumado.

Megaman Network TransmissionPouco depois do lançamento de Megaman Network Transmission foi lançado Rockman.EXE WS, uma versão deste jogo para o Wonderswan Color, o videogame portátil da Bandai, exclusivamente no Japão. Assim como o jogo do GameCube, este é um jogo de plataforma onde Megaman usa os Battle Chips como na série original. A história é mais ou menos a mesma de MMBN1, mas com bem menos participação de Lan. Megaman terá de passar por 6 fases, onde enfrentará Fireman, Elecman, Colorman, Magicman, Pharaohman, Bombman, Snakeman, Protoman e o Lifevirus. Existe ainda uma fase secreta, onde o líder é Gospel, o chefe de MMBN2. Uma adição interessante é que este jogo tem estilos, adquiridos após as fases, que funcionam mais ou menos como as armas dos robôs da Série Clássica.

2004 começou com o lançamento de Megaman Battle Chip Challenge, um jogo fora de cronologia para o GBA. Ele representa um torneio de Netbattle, o Battle Chip Grand Prix, do qual Lan e seus amigos participam. Você poderá escolher entre seis personagens (Megaman, Protoman, Gutsman, Roll, Turboman e Ring), e enfrentará diversos oponentes tentando vencer o torneio. Este jogo é praticamente todo composto de batalhas contra Navis (exceto as poucas partes onde o operador do Navi conversa com outros personagens), o que o transforma em um estranho jogo de luta burocrático, onde escolher Chips e saber a hora certa de utilizá-los é mais importante que sua habilidade com o controle.

Ainda em 2004, Megaman.EXE fez uma participação especial em Onimusha Blade Warriors, um jogo de luta para Arcades e Playstation2, como personagem secreto, embora um colorido personagem de anime tenha ficado um tanto deslocado em meio a samurais e monstros sombrios de CG.

Megaman Battle Chip ChallengeA série retomaria sua cronologia original com o lançamento seguinte. Depois de três bons jogos, porém, houve uma despencada. Muito aguardado, o quarto jogo, que também saiu em duas versões, Megaman Battle Network 4 Blue Moon e Megaman Battle Network 4 Red Sun, lançado em 2004 para o GBA, é bastante inferior aos anteriores. Todos os gráficos dos diálogos foram refeitos, na minha opinião ficando muito mais feios do que eram. ACDC Town foi remodelada, ficando bem menor e com as casas em lugares diferentes. Mas o pior problema, na minha opinião, é a estrutura do jogo: são apenas seis fases, sendo que as fases 2, 4 e 5 são torneios, com três subfases cada. Porém, cada torneio tem seis subfases possíveis, o que significa que você vai ter que jogar de novo se quiser passar por todas. Isso até não seria um grande problema, mas cada versão tem duas subfases exclusivas por torneio. Para piorar, as subfases são aleatórias, o que não garante que, jogando uma segunda vez, você passará pelas três que não passou da primeira. Ainda por cima, para ter acesso ao local secreto, você tem que passar por todas as subfases possíveis do jogo. Devido a isso, terminando o jogo da primeira vez, você passa a ter a opção de jogá-lo no modo Hard, que, terminado, lhe dá a opção de jogar no modo Very Hard - em outras palavras, se quiser ver o jogo todo, você terá que jogá-lo pelo menos seis vezes (três para cada versão), do início ao fim. E a fase 3 é enorme e muito chata. A menos que você seja um fanático por jogos de RPG, isso é um completo desestímulo.

Além desse problema estrutural, MMBN4 não tem um monte de coisas presentes no anterior, como os trocadores de Chips, quizzes, missões, o Virus Breeder, nem mesmo os estilos ou os Navis amigos que Megaman poderia enfrentar pelos Battle Chips. O Navi Customizer, pelo menos, foi mantido, assim como os Folders extras. Os BugFrags foram novamente espalhados pelo cenário, e agora itens aleatórios podem aparecer no meio de uma batalha, e Megaman os coletará se eles não forem destruídos durante a troca de tiros. Em termos de Battle Chips, são 150 Standard, 78 Mega (sendo 18 exclusivos da versão RS e 18 da BM), 10 Giga (sendo 5 exclusivos da RS e 5 da BM), 38 secretos (somente obtidos preenchendo alguns pré-requisitos) e 3 supersecretos (obtidos em convenções da Capcom), totalizando 279 Chips.

Apesar de deixar um monte de coisas de fora, MMBN4 também traz novidades: a Soul Unison e o Full Synchro. A Soul Unison substitui os estilos: ao enfrentar certos Navis, a alma de Megaman sincroniza com a deles (oh, que lindo!), permitindo que, em batalha, seu estilo de luta se torne mais semelhante ao daquele Navi. Em termos de jogo, Megaman pode sacrificar um Battle Chip de um tipo específico para se equipar por três turnos com um estilo que representa o Navi em questão. Cada versão tem seis Souls, obtidas depois que Megaman derrota um destes Navis nos torneios. É fácil saber qual Navi confere uma Soul: são os exclusivos de cada versão.

Megaman Battle Network 4O Full Synchro é uma inovação que afeta o modo como Megaman se comporta em batalha. Existem quatro "estados de sincronização", representados por uma carinha do Megaman no alto da tela. Na maior parte das vezes ele estará no estado normal. Se você estiver lutando mal, ou seja, apanhando sem conseguir atingir os inimigos direito, terá uma sincronização pobre, e Megaman ficará mais lento e mais fraco, mas perdendo menos energia. Por outro lado, se estiver lutando muito bem, destruindo os inimigos sem dar-lhes chance de reagir, você poderá conseguir uma sincronização completa (Full Synchro). Neste estado, o dano de seu próximo ataque será dobrado, e os inimigos piscam antes de atacar. Uma boa forma de conseguir uma Full Synchro é atingir um inimigo no exato momento em que ele estiver atacando, o que, ainda por cima, o paralizará por alguns instantes.

Existe ainda uma "sincronização secreta": se Megaman estiver apanhando igual a um boi ladrão, ele poderá entrar em Dark Synchro, um estado no qual terá acesso aos Dark Chips, uma espécie de "Battle Chips do mal". Existem 19 Dark Chips diferentes (e 2 Dark PAs!), todos bastante poderosos. Cada vez que Megaman usa um Dark Chip, porém, sua energia é permanentemente reduzida em 1. Usar Dark Chips freqüentemente ainda tem outro efeito colateral: de repente, Megaman pode acionar uma Dark Soul, estado no qual seus ataques ficam mais poderosos do que nunca, mas sua energia cai para 1, e você não conseguirá controlá-lo durante a batalha.

A história é a seguinte: cinco meses após o jogo anterior, um imenso metoro ameaça se chocar com a Terra, destruindo toda a vida do planeta. Para impedi-lo, o governo vai construir um imenso canhão laser. Alheios a tudo isso, Lan e Megaman se inscrevem em um torneio local, de olho nos prêmios e na fama. Antes do início do torneio, porém, Megaman acaba atrapalhando os planos da organização terrorista Darkchip Nebula e, como sempre, Lan decide que irá salvar o mundo. O que eles não sabem é que a Nebula tem um agente infiltrado no governo, para sabotar o canhão e permitir que o meteoro aniquile o planeta. Enquanto participam de torneios e combatem a Nebula, Lan e Megaman passearão não somente por ACDC Town e Den City, mas também por Netopia, Sharo, Netfrica e Yumland.

Round One, Fight!Como eu já mencionei, o jogo tem seis fases. Na primeira, Megaman enfrentará Shademan, mas ele foge. A segunda é o Torneio de Den City, onde, de seis subfases possíveis, você passará por três. Os líderes possíveis são NormalNavi, HealNavi, Gutsman (RS), Topman (RS), Aquaman (BM), Numberman (BM), Fireman e Sparkman. Na fase 3, Shademan retorna. A fase 4 é o Torneio Hawk/Eagle, no mesmo equema, onde você poderá enfrentar NormalNavi, HealNavi, Roll (RS), Windman (RS), Woodman (BM), Metalman (BM), Videoman ou Burnerman. No final da fase você ainda deverá enfrentar um Gutsman (RS) ou Aquaman (BM) dominado pelos Dark Chips. A fase 5 é o Torneio Red Sun/Blue Moon, novamente no mesmo esquema, com Megaman podendo enfrentar NormalNavi, HealNavi, Thunderman (RS), Searchman (RS), Protoman (BM), Junkman (BM), Coldman ou Kendoman. Finalmente, na fase 6 Megaman terá de enfrentar uma versão maligna de si mesmo, MegamanDS, o líder Laserman, e, depois dele, Duo, um Navi que habita o meteoro. Se conseguir as seis Souls de um jogo, você terá acesso a uma área secreta chamada Black Earth, cheia de Dark Chips, onde poderá enfrentar Bass.

Em 2004 também foi lançado, exclusivamente no Japão, para GBA, Battle Network Rockman.EXE 4.5 - Real Operation. Este jogo, apesar de dar a entender ser uma nova versão de MMBN4 (uma versão "quatro e meio"), não tem muito a ver com os demais. Na verdade, ele se propõe a ser um PET para o jogador (embora você não vá poder conectar seu GBA a nenhum de seus outros aparelhos eletrônicos, talvez só a um GameCube), ao ponto do manual tratar o jogo como se fosse o manual de um PET. Ao iniciar, você poderá escolher entre 21 Navis (praticamente todos os que já apareceram em algum MMBN, inclusive Bass) e, a partir daí, poderá ficar andando com ele para lá e para cá no ambiente do jogo, eventualmente realizando alguma missão. Nem história o jogo tem.

O mais recente jogo da série foi lançado mês passado, novamente para o GBA, e novamente em duas versões: Megaman Battle Network 5 Team Colonel e Megaman battle Network 5 Team Protoman. Eu ainda não tive a oportunidade de jogar, mas aparentemente a história começa imediatamente após MMBN4, com a Darkchip Nebula tentando novamente dominar o mundo, apesar de não ter mais um meteoro para fazer o serviço sujo por ela, e Lan e Megaman tentando impedir. Desta vez, porém, o governo enviou dois esquadrões de elite de Netbattlers (os tais Team Colonel e Team Protoman), que auxiliarão Megaman em sua aventura (na verdade, eles é que enfrentam Nebula, e Megaman é um intrujão). Dependendo da versão que você jogue, Megaman será aliado de um dos dois times. Como nos anteriores, porém, pouquíssima coisa, em termos de história, deve ser diferente entre uma versão e outra.

Código secreto?As duas inovações de MMBN4, o Full Synchro e o Soul Unison, foram mantidas, assim como o Navi Customizer de MMBN3. Os Dark Chips também estão presentes, e agora Megaman pode até optar por adquirir Souls "do mal" (aqui chamadas de Chaos Souls, e não Dark Souls), ou "do bem" (como em MMBN4). Cada versão tem 6 Souls e 6 Chaos Souls diferentes. Os Battle Chips agora são 274, sendo 180 Standard, 78 Mega (com 18 exclusivos para cada versão), 12 Giga (6 exclusivos de cada versão) e 4 Chips secretos. Os Dark Chips são apenas 12. A maior inovação do jogo são as Liberation Missions, fases onde você controle Megaman e um outro Navi, tendo por missão destruir um número pré-determinado de vírus em três turnos cada, com direito a um prêmio no final, sendo que, quanto mais rápido você terminar a missão, melhor será o prêmio.

O jogo é dividido em 7 fases, e os Navis que comparecem são Protoman (TP), Colonel (TC), Blizzardman, Magnetman (TP), Knightman (TC), Shademan, Gridman, Gyroman (TP), Shadowman (TC), Cloudman, Napalmman (TP), Tomahawkman (TC), Larkman, Searchman (TP), Numberman (TC), Cosmoman, Meddy (TP) e Toadman (TC), além de MegamanDS. O último líder é algo chamado Nebula Grey, e, após vencer, você pode continuar jogando para acessar uma fase secreta com missões que valem Chips raros (mas, aparentemente, sem Navis novos). Pelo que eu andei lendo, o jogo é muito melhor que MMBN4. Tomara que seja mesmo.

O próximo jogo previsto para a série é Megaman Battle Network 5 Double Team, para Nintendo DS. Rumores dizem que será uma mescla das duas versões de MMBN5. E, provavelmente, ano que vem teremos um MMBN6. Eu não me oponho. Afinal, já que aparentemente cancelaram a Série Clássica, e a Série X, além de enlouquecida, só sai para videogames que eu não possuirei tão cedo, a única forma que eu tenho de continuar jogando Megaman é com MMBN. Mesmo que não seja o Megaman da época que comecei a jogar.

0 enfiaram o nariz:

Postar um comentário