domingo, 1 de maio de 2005

Sentai (VI)

Hoje teremos mais um post sobre os Sentai, com duas das séries que estão entre as melhores, e uma que está entre as piores.

Chojyu Sentai Liveman
1988



Considerada uma das melhores séries de Sentai, o Esquadrão Superanimal Liveman (Live, em inglês, significa vivo, mas como "Homens Vivos" não faz muito sentido, eu acho que eles queriam dar o sentido de vida animal, ou qualquer coisa assim) introduziu várias novidades. Foi o primeiro Sentai em que os veículos tinham formato de animais, e o primeiro em que os dois robôs se combinavam para formar um robô maior. Além disso, no início da série os Livemen eram apenas três, tendo os dois membros restantes somente se unido à equipe mais para o meio. Liveman foi também o segundo Sentai mais curto até então, com 49 episódios.

Para ajudar no desenvolvimento da ciência mundial, foi criada a Academia, uma escola para cientistas. Um dia, porém, a Academia foi atacada pelo Exército Cerebral Volt, e seus três mais brilhantes estudantes foram seqüestrados. Dois anos depois, o Exército Volt voltou a atacar a academia, desta vez com os três alunos seqüestrados integrando suas fileiras. Neste ataque, a Academia foi destruída, e a maioria de seus alunos e professores, mortos.

Entretanto, após o primeiro ataque de Volt, o Dr. Hoshi, reitor da Academia, começou a desenvolver um projeto secreto de armas e armaduras capazes de fornecer habilidades sobre-humanas a seus portadores. Durante o segundo ataque, ele entregou tais armas para três de seus alunos, e designou a robô Colon (esses nomes estão cada vez piores...) para levá-los até sua base secreta e auxiliá-los no que fosse necessário. Assim surgiram os Livemen!

Inicialmente, os Livemen eram apenas três: Red Falcon, Yellow Lion e Blue Dolphin (a única mulher, reinaugurando a Era dos Sentai de Uma Mulher Só). Cada um recebeu uma armadura própria, e uma arma personalizada (Red - espada; Yellow - bazuca; Blue - arco-e-flechas). Cada Liveman possuía também uma motocicleta, um Liblaster (arma que poderia ser utilizada como espada ou pistola) e, unindo suas armas personalizadas (espada, bazuca e arco), formavam a Triple Bazooka, a arma que dava cabo dos monstros. Além de sua base Great Tortoise, localizada no fundo do mar onde antes era a ilha que sediava a Academia, os Livemen contavam com seu Liverobo, um robô gigante formado por Jet Falcon (um jato em formato de falcão), Land Lion (um leão gigante mecânico) e Aqua Dolphin (um submarino em formato de golfinho).

O objetivo do Exército Cerebral Volt era erradicar toda a raça humana, substituindo-a por uma raça de seres muito mais inteligentes, criados por engenharia genética. Um dos passos para este objetivo era seqüestrar mentes brilhantes e transformá-las em soldados de Volt. Seu líder era o Grande Professor Bias, auxiliado por seus três generais, Dr. Kempu, Dra. Mazenda e Dr. Obular, na verdade três dos mais brilhantes alunos da Academia, seqüestrados e modificados geneticamente. Outros membros de renome da galeria do mal eram o Dr. Ashura, antigo chefão do crime japonês, modificado geneticamente e com a habilidade de se dividir em três seres; e Guardnoid Gash, guarda-costas robótico de Bias, com uma armadura que lembra Bobba Fett (de Star Wars) e armado com uma bazuca cujo disparo fazia os monstros mortos ficarem gigantes.

No capítulo 35, a equipe dos Livemen ganhou dois novos membros, Black Bison e Green Sai ("sai" significa "rinoceronte"), que eram irmãos de outros dois estudantes da Academia, que haviam sido selecionados para o projeto mas foram mortos durante o primeiro ataque de Volt. A arma personalizada de Black era um bastão Bo, e a de Green um par de bumerangues, mas estas não se uniam à Triple Bazooka. Ambos usavam um jipe para se locomover, e seus veículos, Bison Liner (um caminhão em formato de bisão) e Rhino Fire (um tanque em formato de rinoceronte) se combinavam para formar o robô Live Boxer. Mais do que isso, Live Boxer tinha a habilidade de se combinar a Liverobo, formando um robô maior ainda, o Super Liverobo.

Kosoku Sentai Turbo Ranger
1989



Com 51 episódios e um filme para o cinema, o Esquadrão de Alta Velocidade Turbo Ranger ("turbo" porque o tema do Sentai eram carros) ressucitou a onda do "ranger" em nomes de Sentai. A história é meio confusa e, ao que parece, este aqui não fez muito sucesso.

Há 20.000 anos, a raça das Fadas lutou contra a raça dos Demônios, que queria dominar a Terra. Através de um poderoso feitiço, as Fadas aprisionaram os Demônios, impedindo seu plano maligno. Desde então, elas atuam como guardiãs, para que os vilões não consigam escapar. Nos dias atuais, por causa da poluição, a mágica das Fadas enfraqueceu, e os Demônios conseguiram anular o feitiço que os aprisionava e fugir. Incapazes de detê-los, as Fadas procuraram a ajuda dos humanos. Silon, a última das Fadas, com a ajuda do humano Dr. Dazai, desenvolveu um plano: cinco crianças receberam o poder do povo Fada, que havia perecido na Floresta das Fadas. Ao crescer, estas crianças seriam as únicas capazes de operar fantásticas armas e armaduras, criadas pelo Dr. Dazai com a ajuda da mágica de Silon. Assim, vinte anos depois, para combater os Demônios, eles se tornaram os Turbo Rangers!

Por aqui já podemos começar a imaginar por que esta série não fez sucesso. Em primeiro lugar, se as Fadas não gostam de poluição, por que tudo dos Turbo Rangers tem a ver com carros? Além disso, um plano que demoraria 20 anos para ser concluído? Em 20 anos os Demônios já teriam devastado a Terra! O que eles ficaram fazendo esse tempo todo? Se atualizando?

Bem, seja como for, os Turbo Rangers eram, como de praxe, cinco: Red Turbo, Black Turbo, Blue Turbo, Yellow Turbo e Pink Turbo (a única mulher). Cada um estava equipado com um Turbolaser, que podia ser utilizado como pistola ou espada, e com uma arma personalizada, que podia ser combinada ao Turbolaser para se tornar uma arma mais poderosa. Cada Turbo Ranger tinha uma motocicleta, menos Red, que tinha um bugre, e os cinco podiam conjurar a Turbo Bazooka para destruir o monstro da semana. Como aliados, além da fadinha Silon e do Dr. Dazai, os Turbo Rangers contavam com o Sensei Yamazai, seu professor da faculdade, e com Rakia, a Besta Sagrada Defensora da Terra (que lembrava um leão com asas de fogo).

Em matéria de robôs, os Turbo Rangers eram meio exagerados. No início, eles tinham o Turborobo, formado pelos veículos Turbo GT (carro esporte), Turbo Truck (caminhão), Turbo Jeep (jipe), Turbo Buggy (bugre) e Turbo Wagon (kombi). Eventualmente, eles ganharam um novo robô, Turborugger, que podia se transformar no ônibus espacial Ruggerfighter. Turborugger e Turborobo podiam se combinar e formar o Super Turborobo. Não satisfeitos com isso, a própria base dos Turbo Rangers (com tudo dentro, imagina-se) também podia se transformar e se combinar com o Super Turborobo, formando o gigantesco robô Turbobuilder. Isso era realmente necessário?

Quanto aos inimigos, eles atendem pelo nome de Violent Demons, liderados pelo Grande Imperador Ragorn. Seus subordinados eram o Dr. Rehda, místico e conselheiro; Zimba, o samurai demônio; Princesa Jarmin, com o poder de se transformar em meio-cobra; e Zulten, que tinha a habilidade de se transformar em um carrinho de golfe para transportar Jarmin. Pois é. Completava o time um monstro sem nome, parecido com uma boca de fogão, que transformava os monstros em gigantes.

Turbo Ranger tinha ainda dois vilões que tramavam contra os próprios vilões: Yamimaru, o Demônio Errante, e Kirika, que era meio humana, meio demônio. Ambos podiam se transformar em humanos comuns, e, além de querer dominar a Terra, queriam depor o Grande Imperador Ragorn. Um morcego gigante de nome Ragras acompanhava a dupla.

Chikyu Sentai Fiveman
1990



O Esquadrão Terrestre Fiveman ("terrestre" no sentido de pertencer ao Planeta Terra, "five" porque eles eram cinco) foi o primeiro Sentai onde todos os integrantes eram irmãos. Seu sucesso apagou a má impressão deixada pela série anterior, e garantiu a sobrevivência dos Sentai no início da década de 90. Apesar de ser um dos melhores Sentai, teve apenas 48 episódios.

Em um planeta distante, chamado Sedon, o Dr. Hoshikawa lidera uma pesquisa para renovar os recursos naturais e deixar o planeta verde novamente. Repentinamente, o Império da Zona Prateada invade o planeta. Buscando salvar seus cinco filhos, o Dr. Hoshikawa programa o robô Artur G6 para trazê-los até a Terra e criá-los. Vinte anos depois (o intervalo-padrão), o Império chega à Terra. Para protegê-la, Artur G6 dá armas, armaduras e veículos aos irmãos, que se tornam os Fivemen!

Five Red, Five Black, Five Blue, Five Pink (mulher) e Five Yellow (mulher) tinham algumas novidades em seu arsenal. Além da já famosa arma personalizada (a de Yellow era um flauta!), da motocicleta da mesma cor do Fiveman que a pilotava e do Fiblaster, que podia ser usado como pistola ou espada, eles ainda contavam com uma segunda armadura que se encaixava sobre a primeira, a Five Tector, que aumentava sua força e defesa em cinco vezes. A bazuca de destruir os monstros também era uma novidade: ninguém menos que o próprio Artur G6 se transformava em bazuca, e disparava um raio de fogo de 100.000 graus!

O robô Fiverobo também tinha uma coisa nova. Ele era formado por três veículos, Sky Alpha (jato), Carrier Beta (caminhão) e Land Gamma (um carrinho parecido com um módulo lunar), mas, depois de "montado", podia se transformar no caminhão Five Trailer. Lá no meio da série, o Dr. Hoshikawa, que não morreu no ataque do Império, enviou para a Terra o robô Starfive, que podia se transformar na nave Starcarrier. Como já era de se esperar, Starfive e Fiverobo podiam se combinar para formar o Super Fiverobo. E, imitando Turbo Ranger, o Super Fiverobo podia se combinar com a base dos Fivemen, formando o exagerado Maxmagma.

Os vilões atendiam pelo nome de Império da Zona Prateada, e tinham o singelo objetivo de destruir toda a Via Láctea. Seu líder era o Imperador Medor, uma cabeça flutuante gigante, que será imortal quando o Império destruir seu milésimo planeta. Até agora, eles já destruíram 999, e a Terra foi escolhida para completar o processo. No comando das forças que vieram até aqui estão o Capitão Garoa e a cientista Doldora. Uma coisa interessante nos vilões é o "monstro de aumentar os monstros": trata-se de um ciborgue gigante todo branco, chamado Gorlin, parecido com o boneco da Michelin. Quando o monstro morre, Gorlin assume a forma e os poderes do monstro para lutar contra o robô dos Fivemen. Aparentemente, o Império gastava um Gorlin por semana.

Fiveman também tinha o vilão inimigo dos vilões, Shubalie. Shubalie era o antigo comandante das forças que viriam até a Terra, mas foi preterido após um esquema de Garoa e Doldora, e quer vingança. Shubalie tinha um Gorlin preto, que de vez em quando enfrentava o robô dos Fivemen, mas sem imitar o monstro da semana. Uma das coisas mais pitorescas da série, porém, foram os Gingaman, um "Sentai do mal", formado por cinco monstros atrapalhados, que imitavam as poses típicas dos Sentai, entre outros atos satíricos. Anos mais tarde, o nome Gingaman seria utilizado em uma série Sentai de verdade (um dia chegaremos lá), e a idéia do Sentai do mal voltaria a ser aproveitada de maneira melhor. Mas este valeu pela piada.

0 enfiaram o nariz:

Postar um comentário