domingo, 13 de março de 2005

Sentai (III)

Hoje daremos seqüência ao post dos Sentai, com mais séries! em 1978 não teve Sentai, talvez pelo fracasso de JAKQ. Mas em 1979 eles voltaram com força total, inaugurando o que seria conhecido como Super Sentai, e criando a fórmula que seria usada até hoje, com algumas poucas modificações a cada nova série.

Battle Fever J
1979



Embora seja a série cujos heróis têm menos cara de Sentai dentre todas (parecem mais uns bonecões gigantes), a Febre de Batalha J (provavelmente este J é de "Japan") é considerada a primeira série de Super Sentai da História. Apesar de terem monstros e heróis com poderes sobre-humanos, Go Ranger era mais no estilo espionagem, e JAKQ no estilo policial. O estilo criado por Battle Fever J seria utilizado em todas as séries de Sentai dali por diante, com algumas poucas modificações. Battle Fever J teve 52 episódios, ficando no ar todo o ano de 1979, e inaugurando a tradição dos "Sentai anuais", uma série por ano desde então.

O que poucos sabem é que esta seria uma parceria da Toei com a Marvel, para produzir uma série chamada "Capitão Japão", uma espécie de versão japonesa do Capitão América. Capitão Japão seria auxiliado por uma americana, Miss America, e por vários outros super-heróis de outras partes do planeta. Durante a produção, porém, a Toei decidiu que seria melhor uma série "de grupo" do que uma de um herói só.

A organização criminosa Egos começa seu plano de dominação do mundo, assassinando membros importantes do Ministério da Defesa. Para detê-la, o Governo japonês reúne quatro jovens que haviam sido enviados para treinar em diversas partes do mundo, e dá a eles armas e armaduras que lhes conferem poderes sobre-humanos (como sempre). Os quatro então se unem a uma agente do FBI, cujo pai havia sido assassinado pela Egos, e se tornam a equipe Battle Fever!

Comandados pelo general Kurama do Ministério da Defesa, a equipe Battle Fever é composta por Battle Japan (vermelho), Battle France (azul), Battle Cossack (laranja), Battle Kenya (preto) e Miss America (rosa, e a única mulher). Cada um possui uma armadura e uma arma personalizadas (lança, espada, bumerangue etc.) e um Bastão do Poder. Os cinco Bastões do Poder unidos formam a bazuca Penta Force, usada para destruir os monstros. No capítulo 24, Miss America é ferida seriamente, e retorna para os EUA, sendo substituída por uma japonesa. No capítulo 33, Battle Cossack morre em batalha com um monstro, e também é substituído.

A organização Egos era comandada por um ser misterioso, Satan Egos, que, como sempre, não sujava as mãos, deixando o trabalho sujo para seus subalternos Comandante Hedder e Salomé (pois é, Salomé...). Na verdade, a Egos era mais como um culto religioso, onde Satan Egos era o deus, e o Comandante Hedder seu sumo-sacerdote. A Egos ainda contava com uma máquina de criar monstros, com a qual faziam as criaturas que eram enviadas para combater a Battle Fever.

Battle fever J foi o primeiro Sentai com um robô gigante, o Battle Fever Robo, que ficava "guardado" dentro da Battle Shark, uma fortaleza voadora. Como este foi o primeiro robô, ele era "inteiro", e não se transformava em nada (ou seja, desde a hora em que era conclamado a entrar na batalha, já era um robô). Uma coisa interessante é que não haviam "monstros gigantes": assim que o Monstro da Semana era destruído, a Egos enviava um robô que era uma cópia perfeita do monstro para enfrentar o Battle Fever Robo. Vai entender...

Denshi Sentai Denjiman
1980



O Esquadrão Eletrônico de Homens Eletromagnéticos foi o primeiro Sentai com cara de Sentai, ou seja, todos com uniformes semelhantes, mas de cores diferentes, e com aquele visor escuro no meio do capacete. Também foi o primeiro cujos personagens foram criados pela Bandai, visando lançar muito merchandising para aproveitar o provável sucesso da série. Teve 51 episódios e um filme para o cinema.

Um fato curioso é que, como todos devem ter reparado, o correto seria Denjimen, e não Denjiman, já que eles eram mais de um. Na verdade, existe uma explicação lógica para isso: Sentai (esquadrão) é uma palavra no singular, e as regras gramaticais japonesas dizem que o nome do esquadrão também deve ficar no singular. A confusão acontece porque a Toei decidiu utilizar palavras estrangeiras nos nomes de seus esquadrões (como "Man" e "Ranger"), e acabou aplicando nelas as regras gramaticais japonesas.

Bem, voltando ao que interessa, a história é a seguinte: Há 3000 anos, o Clã Vader invadiu e destruiu a Estrela Denji. Durante a destruição, parte de Denji foi lançada no espaço, e vagou até cair na Terra, formando a Ilha Denji. Nos dias atuais, o Clã Vader se aproxima da Terra, para destruí-la como fez com Denji. Sentindo sua aproximação, o Denjicomputador, que estava escondido na Ilha Denji, acorda o ciborgue IC, o Denjicão (sim, é um cachorro que fala) e o incumbe de uma missão: encontrar cinco jovens descendentes dos habitantes de Denji (que chegaram à terra junto com a Ilha Denji) e equipá-los com tecnologia de Denji, para que eles possam destruir o Clã Vader e acabar com sua ameaça de uma vez por todas!

Ao receber a tecnologia de Denji (as famosas armas e armaduras que lhes conferem poderes sobre-humanos), os cinco jovens se transformam nos Denjiman: Denji Red, Denji Blue, Denji Yellow, Denji Green e Denji Pink (como sempre, a única mulher). Cada Denjiman possui um Ataque Especial, e está armado com um Denjistick, uma arma de múltiplos usos. Os cinco Denjisticks combinados formam o Denjiboomerang, utilizado para destruir os monstros.

Os Denjiman ainda contavam com vários veículos, como motos, jipes, barcos (?), e o primeiro robô-transformer da história dos Sentai: a nave Denjifighter, que em caso de necessidade (leia-se monstro gigante) podia se transformar no Daidenjin ("Homem Elétrico Gigante").

O Clã Vader era composto de alienígenas com conceitos distorcidos de beleza. Sua "missão" era poluir e corromper todos os planetas do universo, até que eles se enquadrassem nestes conceitos. A comandante do Clã era a Rainha Hedrian, auxiliada pelo General Hedrer e pelas espiãs Mirror e Keller, que têm a habilidade de se transformar em um espelho e um escudo, respectivamente. No capítulo 37, um vilão espacial conhecido como Banriki Maoh (o "rei demônio onipotente") oferece ajuda a Hedrian, mas, na verdade, seu objetivo era dominar a Terra para si mesmo. Os monstros do Clã Vader chocam de ovos, e podem ficar gigantes ao seu bel prazer, normalmente o fazendo depois de serem mortos pelo Denjiboomerang.

Taiyo Sentai Sun Vulcan
1981



O Esquadrão Solar Sun Vulcan (alguém aí consegue traduzir Sun Vulcan?) é o único Sentai até hoje a ter apenas três membros - e nenhuma mulher. Sua história começa quando o Império Black Magma, formado por ciborgues, decide atacar a Terra para povoá-la com homens-máquina. A organização militar EPDS (Earth Peace Defense Squad, "Esquadrão para a Defesa da Paz Terrestre") decide selecionar entre o exército, marinha e aeronáutica do Japão três jovens, e equipá-los com armas e armaduras da mais alta tecnologia para que eles possam enfrentar os ciborgues de Black Magma.

Assim, os três jovens escolhidos, um de cada Força Armada, que passam a poder se transformar em Vuleagle (vermelho), Vulshark (azul) e Vulpanther (amarelo), se tornam o Esquadrão Sun Vulcan, comandado pelo Comandante Daizaborou Arashiyama, um especialista em robótica, e auxiliado por sua filha, Misa, que atua como secretária e quarta integrante não-oficial do grupo, e é dona de um cachorro falante, Shishi. Ineditamente, no episódio 23, o Vuleagle original abandonou a equipe para trabalhar na NASA, e teve de ser substituído, fazendo com que Sun Vulcan seja o único Sentai que trocou de líder durante a série. Cada integrante do Sun Vulcan contava com ataques especiais e armas meio ridículas, como bolas coloridas que chutavam nos monstros para destruí-los.

Os Sun Vulcan ainda tinham um jipe, motos, uma fortaleza voadora (a Jaguarvulcan), e o primeiro robô formado por mais de um pedaço combinado, algo que seria usado em todos os Sentai dali para a frente: Vuleagle possuía um jato, Cosmovulcan, e Vulshark e Vulpanther guiavam um tanque, Bullvulcan; Cosmovulcan e Bullvulcan (que pouco mais era que as pernas do robô com rodas) se combinavam e transformavam para formar o Sunvulcanrobo.

O Império Black Magma era baseado em um castelo em forma de mão na Antártida, e, teoricamente, era comandado por Fuhrer Hellsaturn, um ciborgue meio parecido com Darth Vader. Além dos Machinemen, os soldados que tomavam porrada dos Sun Vulcan a cada episódio, o Império era composto por andróides que se passavam por humanos para alcançar seus objetivos malignos - um deles chegou até a se infiltrar no Sul Vulcan, posando de secretária do Comandante Arashiyama - e de quatro garotas ciborgues conhecidas como Zero Girls - 01, de roupa vermelha e armada com facas de arremesso; 02, de roupa preta e armada com cartas de baralho que arremessava; 03, de roupa verde e armada com duas espadas; e 04, de roupa roxa e armada com dois io-iôs - além, é claro, dos monstros, robôs produzidos por uma máquina, que contavam com um dispositivo que os transformava automaticamente em gigantes imediatamente após eles serem destruídos pelo ataque final dos Sun Vulcan.

No episódio 5, foi revelado o verdadeiro líder do Império Black Magma, Zennou no Kami, o Deus Solar Negro, uma entidade extradimensional de incríveis poderes. Zennou no Kami ressucitou e transformou em ciborgue a Rainha Hedrian, de Denjiman (até hoje a única vilã a participar de dois Sentai diferentes) a chantageando para que ela o servisse. No episódio 22, Zero Girl 01 morreu em um desabamento, e no episódio seguinte foi substituída por Amazon Killer, uma antiga integrante do Clã Vader, leal apenas à Rainha Hedrian. Finalmente, no episódio 45, o antigo parceiro de Amazon Killer, o pirata espacial Inazuma Gingar, se une ao Império, e acaba manipulado por Hedrian em um plano para desbancar Hellsaturn e transformá-la na nova comandante.

Sun Vulcan teve 50 episódios e um filme para o cinema. Devido à presença de Hedrian, é considerado uma continuação de Denjiman - e único Sentai da história que foi continuação de um anterior.

0 enfiaram o nariz:

Postar um comentário