terça-feira, 17 de agosto de 2010

Metal Heroes (VII)

E hoje teremos mais um post da série sobre os Metal Heroes!

Juukou B-Fighter
1995


Após a estratégia adotada com Blue SWAT não surtir o efeito esperado, a Toei decidiu radicalizar: abandonou de vez os seriados com policiais, bombeiros e equipes de resgate, e investiu em uma série com apelo ecológico, voltada ao público infantil. Essa série foi batizada como Armaduras Pesadas B-Fighters, sendo que B-Fighter é a abreviação de beetle fighter, o "guerreiro besouro". A própria escolha dos besouros para tema da série tinha a ver com a tentativa de se cativar a audiência das crianças: o Japão tem dezenas de espécies de besouros, e colecioná-los em álbuns é um dos passatempos preferidos da garotada por lá.

Um dia, sem qualquer explicação aparente, todos os insetos do mundo começam a se juntar em grandes enxames. Decidido a descobrir a causa do fenômeno, o entomologista Takuya Kai, da Academia Terra de Tóquio, viaja até a Amazônia, onde encontra o Mestre Guru, um enorme besouro antropomórfico. Guru lhe revela que uma ameaça espacial, o Império Jamahl, está vindo conquistar a Terra, e que os insetos, sentindo sua presença, decidiram se unir para defendê-la, mas o Império só poderá ser derrotado com a participação dos humanos. Ao retornar ao Japão, Kai descobre que a invasão dos Jamahl já começou, e que dois de seus colegas já foram, inclusive, capturados pelos alienígenas. Com a ajuda do Professor Kenzo Mukai, especialista em robótica, também da Academia Terra, Kai desenvolve três armaduras que serão usadas para enfrentar os Jamahl, mas elas só ganham seu verdadeiro poder quando Guru surge e dá a elas o espírito dos besouros. As armaduras encolhem e se transformam em três besouros, chamados B-Commanders, que então escolhem Kai e seus dois colegas que estavam capturados como os únicos honrados o suficiente para vesti-las. Usando as armaduras, os três se transformam nos B-Fighters, que unem os poderes dos humanos e dos insetos, os únicos capazes de derrotar a amaeaça dos Jamahl.

Takuya Kai fica sendo o líder dos B-Fighters, vestindo a armadura azul chamada Blue Beet, que tem o poder do besouro-rinoceronte japonês (o besouro mais famoso do Japão, aquele que tem um chifre comprido e bifurcado na cabeça, também conhecido por lá como kabutomushi), e cuja arma é a espada Stinger Blade. O outro membro masculino da equipe é Daisaku Katagiri, um médico de árvores impetuoso mas apaixonado pela natureza, que alega, inclusive, ter o poder de saber quando as plantas estão doentes ou morrendo. Sua armadura é verde, se chama G-Stag, tem o poder do lucano (o segundo besouro mais famoso do Japão, aquele que tem uns "dentões" enormes, também conhecido por lá como kuwagamushi), e uma arma que parece com uma garra e pode ser usada como bumerangue, a Stinger Claw. A única mulher da equipe é Rei Hayama, zoóloga e treinadora de animais em um parque aquático, que recebe a armadura vermelha Reddle, com o poder da joaninha (aparentemente, o terceiro besouro mais famoso do Japão) e a pistola Stinger Plasmar, que dispara quatro feixes de energia simultâneos. No episódio 21, Rei recebe um convite para trabalhar na América do Sul e deixa a equipe, sendo substituída como Reddle pela adolescente superotimista Mai Takatori, escolhida pelo B-Commander devido a seu grande amor pelos animais. O verdadeiro motivo para a mudança, porém, foi que a atriz que interpretava Rei sofreu uma grave lesão no pescoço durante uma das lutas coreografadas do episódio 15, e não teve mais condições de continuar na série.

Para se transformar, cada B-Fighter pega seu B-Commander e grita o comando juukou (que significa "armadura pesada" ou "armadura completa"). Além de suas armas personalizadas, quando estão com a armadura eles têm acesso aos Input Magnums, armas capazes de disparar vários tipos de raios e bombas diferentes de acordo com um código inserido antes do disparo. Cada B-Fighter tem também um veículo modelado na forma do besouro que representam, as Beet Machines, com Blue Beet pilotando o Beetluder, G-Stag o Stag Tank, e Reddle o Red Gyro. A equipe também compartilha o Mega Herakles, veículo na forma de um besouro-hércules (que tem um chifrão na cabeça e um "bicão" no nariz, lembrando os dentões do lucano, mas em outra posição), que carrega os outros três veículos para o combate. A partir do meio da série, a equipe começa a ganhar novas armas, como a broca Stinger Drill e a metralhadora Beet Ingram, e Blue Beet recebe modificações em sua armadura que a deixam mais poderosa, transformando-o em Super Blue Beet.

Os principais aliados dos B-Fighters são Mestre Guru e o Professor Kenzo Mukai, que em sua juventude também vestiu uma armadura para combater o crime, entitulando-se Mukaider K3. Outro aliado importante é o filho de Guru, o Fornecedor Extradimensional Kabuto, que veste uma armadura branca semelhante à dos B-Fighters, com o poder do besouro-rinoceronte (ocidental, o que tem dois chifres que lembram os chifres do rinoceronte, tipo o Dim de Vida de Inseto), e tem a habilidade de viajar entre as dimensões, fornecendo vários itens interdimensionais, como armas, aos B-Fighters. Também vale menção a borboleta gigante Saint Papilia, que viaja pelo espaço devolvendo a vida a planetas devastados, e que já esteve na Terra, logo após a Era Glacial.

Os vilões da série são o Império Jamahl, cujo líder, Gaohm, cobiça justamente os poderes de Saint Papilia, que poderiam torná-lo imortal. Para isso, ele bola o singelo plano de devastar toda a vida da Terra, atraindo Saint Papilia para uma cilada. Os Jamahl se dividem em três ramos, cada um com um tipo de monstro da semana: o exército de feras sintezóides, composto de monstros criados através de experiências de laboratório, liderados pelo comandante Gigaro, um esqueleto nativo de outro planeta, salvo da morte por Gaohm, que usou sua tecnologia para lhe criar um corpo formado por partes de vários animais diferentes; o exército de robôs de combate, composto de robôs criados pela tecnologia de Jamahl ou capturados em outros planetas e dimensões e reprogramados por eles, e liderado pelo comandante Schwartz, um vírus de computador para o qual Gaohm criou um corpo robótico; e o exército mercenário, composto de várias criaturas de diversos planetas e dimensões que se aliaram aos Jamahl por diversos motivos, e são comandados pela impiedosa comandante Jera. O restante das tropas é composta pelos Jamars, os soldados comuns que apanham dos B-Fighters em todos os episódios, mas nesta série existem em duas versões, com a versão mais forte servindo como guarda de elite de Gaohm.

No episódio 19, Gaohm contrata uma feiticeira espacial, Jagul, para criar uma versão maligna dos B-Fighters. Usando células de Kai e um besouro longicórnio, ela cria Black Beet, que tem os mesmos poderes de Blue Beet, mas veio com o efeito colateral de querer os poderes de Saint Papilia para ele mesmo, já que, sendo um clone criado através de magia, ele não tem vida própria. Nos últimos capítulos, Jagul ainda usa seus poderes para ressucitar Bill Goldly e a Rainha da Máfia Espacial, o que faz com que os B-Fighters tenham de pedir ajuda a Junperson e à Blue SWAT para derrotá-la de uma vez por todas.

B-Fighter teve 53 episódios e um filme para o cinema. No auge da popularidade dos Power Rangers, a Saban decidiu usar suas cenas para criar uma aberração chamada Big Bad Bettleborgs, a qual eu preferia jamais ter de mencionar aqui. Aliás, se eu tivesse uma máquina do tempo, a primeira coisa que eu faria seria voltar até 1995 e impedir a Saban de cometer essa atrocidade.

B-Fighter Kabuto
1996


Dez anos se passaram desde que o Império Jamahl foi derrotado, e a Terra está em paz desde então. A Academia Terra se tornou famosa no mundo inteiro por seus esforços em preservar a natureza, e mudou de nome para Academia Cosmo, abrindo filiais em diversos países. Na Academia Cosmo de Tóquio, Takuya Kai e o Mestre Guru trabalham em uma nova geração de armaduras, para o caso da segurança da Terra ser mais uma vez ameaçada. Coincidentemente, a Tribo Melzard, cuja fortaleza estava aprisionada sob o fundo do oceano desde a época pré-histórica, encontra uma forma de escapar. Sua líder, Mother Melzard, planeja destruir toda a raça humana e povoar o planeta com seus filhos. Por acaso, um submarino da Academia Cosmo está passando bem quando a fortaleza dos Melzard sai de uma fenda, e a Academia é avisada.

Guru, então, faz o mesmo procedimento de dez anos antes, conferindo às armaduras o poder dos besouros, e fazendo com que elas se transformem nos Command Voicers, a nova geração dos B-Commanders. Dois dos Command Voicers escolhem dois membros da Academia Cosmo para vestir as armaduras, mas o terceiro, o líder, o mais poderoso, sem que ninguém saiba o porquê, decide escolher um adolescente cuja irmã havia sido atacada por um monstro dos Melzard. Juntos, os três serão os novos B-Fighters.

O líder dos novos B-Fighters é Kouhei Toba, um adolescente corajoso, impetuoso e que se destaca em vários esportes, escolhido por alguma razão que só seu Command Voicer sabe. Sua armadura é a B-Fighter Kabuto, de cor dourada, com o poder do besouro-rinoceronte japonês. O segundo integrante é Kengo Tachibana, um estudante aplicado que leva seu papel como B-Fighter muito a sério, e a princípio não se conformava de alguém mais novo e menos experiente que ele ter sido escolhido para liderar a equipe. Sua armadura, de cor prateada, é a B-Fighter Kuwagar, com o poder do lucano. A única mulher da equipe é Ran Ayukawa, também adolescente, mestre em computadores, mas que muitas vezes dá mais atenção ao lado tecnológico das coisas, ignorando o lado natural. Sua armadura, de cor roxa, é a B-Fighter Tentou, com o poder da joaninha.

Para se transformar, cada B-Fighter pega seu Command Voicer e grita o comando chou juukou ("super armadura pesada"). Em seu arsenal, os Input Magnums foram substituídos pelos Input Cardguns, que funcionam da mesma forma, mas mudam de tipo de ataque através do uso de cartões, e não da inserção de códigos. Cada um deles também possui uma lança - Kabuto Lancer, Kuwagar Chopper e Tentou Spear - com a qual podem efetuar um ataque personalizado, ou disparar um ataque poderoso cruzando duas ou três lanças. Cada B-Fighter também conta, novamente, com um veículo modelado na forma do besouro que representam, as Neo Beet Machines, Kabutron para Kabuto, Kuwaga Tank para Kuwagar e Stealth Gyrio para Tentou. Finalmente, mais para o final da série, Kabuto ganha a espada Astral Saber e Kuwagar o machado Geist Axe, com os quais eles podem controlar, respectivamente, os robôs gigantes Kabuterios e Kuwaga Titan.

Dentre os aliados dos novos B-Fighters estão o Professor Masaru Osanai, diretor da filial de Tóquio da Academia Cosmo; Mestre Guru e seu filho Kabuto, que os ajudam em alguns episódios; Yui, a irmã mais nova de Kouhei, que ainda por cima é apaixonada por Kengo; e Jinkou Seimeitai Bitto, uma forma de vida artificial que vive dentro do computador da academia, alertando os B-Fighters para ataques dos Melzard e analisando os monstros que eles enviam. Os três B-Fighters originais, Takuya Kai/Blue Beet, Daisaku Katagiri/G-Stag e Mai Takatori/Reddle também participaram de alguns episódios, lutando ao lado dos novos B-Fighters.

Na metade da série, surgem quatro novos B-Fighters, membros das filiais da Academia Cosmo ao redor do mundo, que desenvolveram armaduras ativadas pelos Insect Commanders, com poderes conferidos por outros insetos que não sejam besouros. O primeiro desses novos B-Fighters é Mac Windy, extrovertido lutador de boxe de Nova Iorque, que usa a armadura B-Fighter Yanma, de cor verde, que tem o poder da libélula e usa como arma personalizada a pistola Tonbou Gun. O segundo a surgir é Julio Rivera, arqueólogo com certas habilidades precognitivas da Academia Cosmo do Peru, que veste a armadura B-Fighter Genji, de cor preta, que tem o poder do vaga-lume e a arma Bright Pointer, capaz de disparar raios de luz que curam ou destróem. O terceiro é Li Wen, da Academia Cosmo de Pequim, um professor do ensino fundamental apaixonado por crianças, mágico amador e excelente cozinheiro, que veste a armadura B-Fighter Min, de cor laranja, com o poder da cigarra e a arma Semission Magazine, capaz de disparar ataques elementais baseados na água, eletricidade, fogo, luz, tempestade e terra. Finalmente, surge Sophie Villeneuve, adolescente gênio do violino de Paris, que usa a armadura B-Fighter Ageha, de cor branca, com o poder da borboleta. Mais para o final da série, para ajudá-los a derrotar os Melzard, Yanma, Genji e Min dão suas armas personalizadas para Kabuto, Kuwagar e Tentou, respectivamente.

Os vilões são a Tribo Melzard, que ameaça a Terra desde antes da época pré-histórica, mas ficou aprisionada quando o cometa que causou a extinção dos dinossauros fez com que sua fortaleza, Melzardos, caísse em uma fenda no fundo do Oceano Pacífico. A líder da tribo é Mother Melzard, de quem todos os demais membros, incluindo os soldados e monstros da semana, são filhos, gerados por um processo pelo qual ela absorve um fóssil e expele uma nova criatura. Mother Melzard, aliás, planeja acabar com toda a vida da Terra, apenas para repovoá-la com seus muitos filhos.

Os dois filhos mais poderosos de Mother Melzard são também seus principais generais: o dinossauro Razzler é o mais forte, excelente guerreiro, e comanda as tropas baseadas em criaturas terrestres; o homem-peixe Dazzler é o mais inteligente, bom estrategista, e comanda as tropas baseadas em criaturas marinhas. Razzler e Dazzler estão sempre competindo, um querendo sabotar o outro para ganhar status dentre as tropas e a preferência de sua mãe. Cada um deles tem também um braço-direito; o de Razzler é Miola, mulher com armadura insetóide que luta com duas espadas; o de Dazzler é Dord, um monstro gerado através de um amonite, criatura pré-histórica que parece um polvo dentro de uma concha.

No meio da série, ao mesmo tempo em que os novos B-Fighters estão chegando das Academias Cosmo do resto do mundo, Mother Melzard cria quatro B-Fighters do mal, os B-Crushers, através de protótipos de Insect Commanders roubados por Razzler e Dazzler. Os B-Crushers são liderados por Descorpion, que tem o poder do escorpião (que não é um inseto, mas tudo bem), luta sempre de forma honrada, e usa como arma uma espécie de âncora. Os outros são Mukaderinger, desonesto e trapaceiro, que tem o poder da centopeia (que também não é um inseto, mas tudo bem), a habilidade de controlar a mente de humanos, e usa como arma um tridente; Killmantis, especialista no uso de lâminas, com o poder do louva-a-deus, que usa como arma duas foices; e Beezack, com o poder da abelha, mestre do disfarce e do ilusionismo, que usa como arma uma pistola que dá choques elétricos.

B-Fighter Kabuto, a série, teve 50 episódios, e foi utilizado pela Saban para fazer a segunda temporada dos Beetleborgs, Beetleborgs Metallix. Seu enorme sucesso com as crianças acabou levando a Toei a uma nova mudança de foco nas séries de Metal Heroes, uma que muitos preferiam que não tivesse sido feita, e que será discutida no próximo e último post dessa série!

0 enfiaram o nariz:

Postar um comentário