sábado, 22 de agosto de 2015

Aniversário da Tori Amos (XIII)

Hoje é dia de manter talvez a única tradição que ainda resta no átomo: o post de aniversário em homenagem a Tori Amos. E, nesse dia em que ela completa 52 anos, cabe uma explicação do porquê da música de hoje.

Somando os posts de aniversário com os "tapa-buracos" - três posts nos quais eu coloquei uma letra de música por não ter assunto para aquela semana, mais um que era sobre o Kamen Rider e foi substituído depois que eu escrevi uma série mais completa - eu já postei no átomo exatamente 15 letras de músicas da Tori Amos. Três músicas eram do primeiro álbum, Little Earthquakes; uma do segundo, Under the Pink; uma do quinto, To Venus and Back; duas do sexto, Scarlet's Walk; duas do sétimo, The Beekeeper; uma do oitavo, American Doll Posse; duas do nono, Abnormally Attracted to Sin; uma do décimo, Night of Hunters; uma do décimo-primeiro, Unrepentant Geraldines; e uma era um lado-B, que foi lançada apenas em single. Se você prestou atenção, viu que eu nunca postei a letra de nenhuma música do terceiro, Boys for Pele, nem do quarto, From the Choirgirl Hotel.

Eu nunca tinha reparado nisso - até começar a escolher a letra de qual música eu postaria esse ano e decidir, por alguma razão, fazer esse levantamento - e nem sei bem a razão pela qual isso ocorreu. Quer dizer, não ter nenhuma de From the Choirgirl Hotel é até esperado, já que ele é o álbum do qual eu menos gosto, e não tem nenhuma música que me toque em especial, mas Boys for Pele foi meu preferido até o lançamento de Scarlet's Walk, o ouvi até fazer buraco, e sei quase todas as suas letras de cór, então não ter postado nenhuma até agora é um pouco estranho. Hoje, portanto, aproveitarei para corrigir esse equívoco, postando uma letra de Boys for Pele, mesmo já fazendo - ora vejam só - quase 20 anos desde que esse álbum foi lançado.

E, para manter a tradição: parabéns, Tori, muitos anos de vida! \o/

Doughnut Song
Letra e música: Tori Amos

Had me a trick and a kick and your message
Well you'll never gain weight from a doughnut hole
Then thought that I could decipher your message
There's no one here dear
No one at all

And if I'm wasting all your time
This time
Maybe you never learned to take
And if I'm hanging on to your shade
I guess I'm way beyond the pale

And souther men can grow gold
Can grow pretty
Blood can be pretty
Like a delicate man
Copper to steel to a hinge that is faltered
That let's you in
Let's you in
Let's you in

And if I'm wasting all your time
This time
Maybe you never learned to take
And if I'm hanging on to your shade
I guess I'm way beyond the pale

Somethings's just
Somethings's just
Somethings's just
Keeping you numb

You told me last night
You were a sun now with your very own
Devoted satellite
Happy for you
And I am sure that I hate you
Two sons too many
Too many able fires

And if I'm wasting all your time
This time
Maybe you never learned to take
And if I'm hanging on to your shade
I guess I'm way beyond the pale
I guess I'm way beyond the pale

Had me a trick and a kick and your message
Well you'll never gain weight from a doughnut hole

0 enfiaram o nariz:

Postar um comentário