domingo, 26 de junho de 2005

As Aventuras de Jackie Chan

Na minha opinião, os desenhos de aventura atuais são muito chatos. Talvez por eu ter crescido assistindo He-Man, Thundercats, Transformers, Silver Hawks e afins, uma comparação se torna inevitável, e os mais recentes quase sempre saiam perdendo. Não que eles sejam piores, e eu tenho plena consciência de que daqui a uns 20 anos uma pessoa da minha idade poderá estar falando a mesma coisa sobre os desenhos atuais e os que estiverem sendo transmitidos então, mas o fato é que, salvo uma ou outra exceção, eu acho desenhos como Três Espiãs Demais, Projeto Zeta, O Batman (por que esse "O"??) e muitos outros umas grandes chatices. Mas, como sempre, existem exceções, como a Liga da Justiça, Samurai Jack, e o tema do post de hoje, As Aventuras de Jackie Chan.

Jackie Chan (o real)Para quem não sabe, Jackie Chan é um ator chinês, nascido a 7 de abril de 1954 em Hong Kong, que começou sua carreira ainda criança, em 1962, em filmes locais de artes marciais. Se especializando em lutas coreografadas, eventualmente ele se tornou dublê, coreógrafo, diretor de lutas, voltou a ser ator, passou a protagonista, produtor, diretor e, finalmente, aportou em Hollywood com A Hora do Rush, filme de ação/comédia de 1998 onde fazia o papel de um investigador chinês designado para encontrar a filha de um diplomata seqüestrada nos EUA. Com mais de cem filmes no currículo, Jackie se tornou um grande ídolo em Hong Kong e em parte da China, e fez grande fama no ocidente. Tanta fama levou o produtor John Rogers, da Warner Bros, a sugerir algo já tentando com outras celebridades, mas nunca bem sucedido: uma série de desenhos animados tendo Jackie como personagem principal.

O que parece ser uma grande tosquice na verdade é um desenho extremamente bom, um dos melhores que já vi. Nele, Jackie é um arqueólogo de vinte e poucos anos, sobrinho de um chinês ranzinza dono de uma loja de antigüidades. Um dia, ele é procurado por um antigo amigo, Capitão Black, que atualmente é o comandante de uma organização militar secreta, a Seção 13, que precisa de seus conhecimentos arqueológicos e talentos em artes marciais para deter os planos de uma organização criminosa conhecida como A Mão Negra, que pretende encontrar doze talismãs antigos, cada um com a figura de um dos animais do zodíaco chinês, com propósito desconhecido. Na verdade, os talismãs possuem poderes místicos, e os vilões os querem para ressucitar um antigo demônio, Shendu. No passado, Shendu quase destruiu a Terra, mas foi impedido pelo feiticeiro Lo Pei, que o privou de seus poderes passando-os para os talismãs e transformando-o em pedra. Somente reunindo os talismãs com o corpo petrificado de Shendu é que este poderá voltar à vida.

A Mão Negra é liderada por Valmont, um antigo ladrão de bancos, que encontrou o corpo petrificado de Shendu há alguns anos. Shendu lhe prometeu poder e riquezas incalculáveis se Valmont o auxiliasse a encontrar os talismãs de que precisava. Mesmo sem poderes, Shendu ainda podia conjurar ninjas-demônios conhecidos como Shadowkhan, o que transformou a Mão Negra de um bando de ladrões de quinta em uma organização criminosa com tentáculos no mundo todo. Ainda assim, os principais ajudantes de Valmont ainda eram aqueles que ele conheceu em seus tempos de bandido: Finn, um irlandês obcecado pelos anos 70; Chow, um chinês baixinho e marrento; Ratso, um judeu americano grande e forte, mas pouco esperto; e Tohru, um japonês de dois metros de altura e 200 quilos de peso, quase um lutador de sumô.

Jackie Chan (o animado)Além do auxílio dos militares da Seção 13, Jackie Chan acabou ganhando aliados inesperados. Como os talismãs e os Shadowkhan eram de ordem mística, a ajuda de seu Tio (que não tem nome, é chamado por todos os personagens simplesmente de "Tio"), na verdade um poderoso feiticeiro, aprendiz do lendário Mestre Fong, se tornou imprescindível. Além disso, Jackie tem uma sobrinha de 11 anos, Jade Chan, nascida em Hong Kong mas perfeitamente americanizada, que não quis voltar para a China com seus pais e ficou para morar com o Tio. Envolvida acidentalmente na primeira missão de Jackie, ela nunca mais quis saber de outra vida, se tornando tanto uma ajuda incalculável quanto um estorvo imenso para o herói.

A primeira temporada do desenho foi ao ar nos EUA em 2000, e teve 13 episódios. Em cada um deles (exceto nos dois últimos), Jackie e seus aliados conseguem tirar um dos talismãs da Mão Negra, mas no episódio 12 os vilões os recuperam e ressucitam Shendu, que é vencido por Jackie e banido para uma outra dimensão. Em alguns episódios Jackie, Jade e o Tio fazem novos aliados, como o lutador mexicano El Toro Fuerte e seu ajudante Paco, a ex-ladra Viper, e até mesmo Tohru, que no último episódio muda de lado, enfrentando a Mão Negra e passando a ser aprendiz do Tio. Aliás, após ser preso pela Seção 13, Tohru é substituído pelos vilões por Hak Foo, um lutador hilário, na verdade uma "homenagem" ao desenho Dragon Ball. Hak Foo possui um cabelo característico de anime, e sempre grita o nome de seus golpes antes de investir contra Jackie.

Cada um dos talismãs possui um poder inerente, anteriormente pertencente a Shendu, que pode ser ativado por seu portador. Desta forma, quem está de posse do talismã do Touro, por exemplo, se torna superforte. Os demais talismãs e seus poderes são Coelho (supervelocidade), Cobra (invisibilidade), Dragão (capacidade de disparar bolas de fogo pelas mãos), Tigre (duplica o portador, mas uma das duplicatas será extremamente má, e o original se tornará extremamente bom), Cavalo (poder de cura), Carneiro (projeção astral), Macaco (pode se transformar em qualquer animal), Porco (lança raios destruidores pelos olhos), Galo (vôo), Cachorro (invulnerabilidade) e Rato (anima objetos inanimados).

JadePela primeira vez, um desenho animado baseado em uma celebridade foi bem sucedido - extremamente bem sucedido, para dizer a verdade. Isso, como sempre, levou a Warner a produzir uma segunda temporada, desta vez com 39 episódios, que foi ao ar em 2001. Nesta temporada, a Mão Negra em decadência consegue se apoderar dos 12 talismãs, e começa a usá-los para cometer crimes. Enquanto isso, Shendu descobre uma forma de deixar a dimensão na qual ele fora aprisionado: possuindo o corpo de um mortal. Ele faz um pacto com seus irmãos demônios, de que iria sair para então libertá-los, e tenta possuir o corpo de Jackie, mas devido a um acidente (parcialmente provocado por Jade) acaba possuindo Valmont. Shendu/Valmont passa então a utilizar a Mão Negra, novamente auxiliada pelos Shadowkhan, para abrir portais em locais específicos com a ajuda de um artefato conhecido como a Caixa de Pan Ku, que permitirão que outros sete demônios invadam a Terra. Cabe a Jackie, Jade, Tio e Tohru, eventualmente auxiliados por Viper e El Toro Fuerte impedi-los. Muitos dos episódios da segunda temporada envolvem Jackie e seus aliados enfrentado outros vilões que não sejam a Mão Negra, Shendu ou os Shadowkhan (na verdade, a maioria deles tem "vilões de um episódio só"), e outros mostram eventos que ocorreram mas não foram mostrados na primeira temporada. Nesta temporada também ficamos conhecendo Daolon Wong, um feiticeiro rival do Tio, que seria o vilão principal da terceira temporada.

Tohru e TioSim, porque houve uma terceira temporada, de 17 episódios, que foi ao ar em 2003. Sem os Shadowkhan, a Mão Negra passa a ser apenas um amontoado de bandidos meio incompetentes. Valmont está desaparecido, e Shendu trancado para sempre com seus agora furiosos irmãos em outra dimensão. Os talismãs estão a salvo na Seção 13. Até que o feiticeiro Daolon Wong decide roubá-los para incorporar seus poderes ao seu próprio corpo. Para impedi-lo, jackie destrói os talismãs. Sendo itens de poder ancestral, porém, os talismãs não podem ser verdadeiramente destruídos: o ato de Jackie apenas fez com que os poderes dos talismãs passassem para "animais nobres", sempre da mesma espécie que o representado no talismã. Assim, agora temos vagando por aí um touro superforte, um coelho superveloz, um cachorro invulnerável, uma cobra invisível e por aí vai. A missão de Jackie nesta terceira temporada é coletar estes animais antes que Daolon Wong o faça, caso contrário os poderes não poderão mais ser separados de seu corpo. Após ter todos os animais em seu poder, o Tio poderá fazer um ritual para passar os poderes para novos talismãs, transformando os animais em animais comuns. Precisando de comparsas, Daolon Wong transforma Finn, Chow, Ratso e Hak Foo em Guerreiros Chi, entidades místicas que servem como seus guarda-costas. Infelizmente para o feiticeiro, eles mantiveram suas próprias inteligências.

Em 2004, o desenho ainda teve uma quarta temporada, de 13 episódios. Os talismãs foram reestabelecidos e estão protegidos na Seção 13. Daolon Wong, privado de seus poderes, e Finn, Ratso, Chow e Hak Foo, novamente humanos, estão presos. Tentando fazer um ritual para conjurar os Shadowkhan, Daolon Wong acaba por conjurar Tarakudo, o Rei de todos os Shadowkhan, que liberta os antigos membros da Mão Negra, e os incumbe de uma missão: encontrar as nove Máscaras Oni. Cada máscara representa o antigo líder de uma tribo Shadowkhan. Uma vez que um mortal vista a máscara, este líder retorna à vida, se apoderando de seu corpo. Cada máscara, assim, confere um poder especial a seu portador, bem como a capacidade de conjurar uma das nove diferentes tribos Shadowkhan (a que era conjurada por Shendu era apenas uma delas). Jackie e seus aliados são então incumbidos de encontrar as tais máscaras antes dos vilões, de preferência antes que alguma pessoa as coloque no rosto, pois a única forma de removê-las é com uma poção especial feita com ingredientes raríssimos.

Shendu e ValmontAtualmente, o desenho está em sua quinta temporada, onde um filho de Shendu vem de um futuro alternativo trazendo sete artefatos místicos, que como sempre se perdem e devem ser encontrados por Jackie antes que vilões decidam fazer uso deles. Pelo visto, enquanto estiver fazendo sucesso, o desenho manterá esta fórmula, de Jackie correndo o mundo para encontrar uma quantidade de itens mágicos.

Os episódios são bem escritos, têm ação, e as piadas não são bobas (tipo "para crianças") nem americanas (tipo "escatológicas"). Cada episódio tem um clima de filme de artes marciais de Hong Kong raro em produções americanas. Uma das razões para isso é que dois dos produtores são o próprio Jackie Chan e Willie Chan, seu empresário desde a década de 70. Graças a isso, muitos dos episódios fazem referência a filmes da carreira "real" de Jackie, como situações semelhantes ou títulos parecidos, que são facilmente identificáveis pelos fãs (embora eu confesse que não seja um fã de Jackie Chan a esse ponto).

Nos EUA, o desenho é exibido pela Kids WB. Por aqui, andou passando no Cartoon Network (não sei se ainda está, já que não tenho mais tv a cabo), e está sendo transmitido pela Globo, na TV Xuxa, por volta das 11h40min da manhã. Atualmente está sendo reprisada a quarta temporada.

2 enfiaram o nariz:

monsters craysys disse...

esse desenho é demais
show de bola

10:07 PM
O CADERNO DE ANOTA��ES DO GABRIEL disse...

Assisto na TV Globinho todos os sábados e antes via diariamente.
Gabriel Birkhann,16 years

8:03 PM

Postar um comentário